slide-slick

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Como se tornar um escritor (Parte IV) - Texto de Tiago F.C. Ramos

 Linha Suave
(Texto de Tiago F.C. Ramos)
https://www.flickr.com/photos/millarice/16820101242/in/photolist-rCkq6y-8cL2Rf-bUBpzS-oeQEgt-rxXkzM-nycnZU-ouna1G-ocWxko-odjJvK-jYPyNX-bD8QXX-obZkFa-oDnGgw-spxw53-dM6huK-ov9Uvh-fQcRJL-8thu8r-phoJ2v-dCDqB6-GaPHJU-Fkcuju-qToXsf-otrv12-dtMKJC-8s3mw5-5yeWyq-nhnXZ3-JCBuDN-ovdfBM-Btq6Tc-cu7hDL-7qN9FU-apHeWs-odnmWP-ntXdK3-odcwy2-khtVqD-7easDy-tEqevv-r5LNEt-fTsZFV-r7w5hQ-Jwb5Mw-odvFsR-zXdCnc-ovDTwB-qtd1hZ-rgxXsQ-9rh7yaOlá meus queridos, sejam bem vindos. Antes de qualquer coisa, quero informar aos leitores que estamos reformulando alguns aspectos da coluna. Também quero informar que, diante da recepção que minhas opiniões receberam, quero deixar claro que deixarei de lado minhas opiniões e preferências e darei mais atenção ao aspecto técnico da coluna.  Nem todos concordam com minha opinião!

Conforme o pedido do Evandro, vou dar atenção a pluralidade de gostos literários. Dessa vez, faremos diferente. Vou deixar uma dica inteira aqui, e a dica relacionada, quando tiver uma, lá no meu site.  O que vou apresentar aqui serve para todos os tipos de estórias, seja fantasia, romance, policial, etc.

Quero lhes apresentar algo novo. Muitos autores gostam de escrever de acordo com a técnica que mais lhes convém, isto é, quando ele(a) consegue encontrar alguma técnica.  Eu quero que você conheça a técnica que eu chamo de Linha, e existem duas. Aqui trataremos apenas da Linha Suave. A Linha Complexa trataremos apenas no site.

Como funciona e como é?  A linha suave você já deve ter feito, mas nunca soube que poderia ter feito assim. Vou tomar o exemplo de uma pessoa famosa chamada Carly Simon. Ela tem uma composição chamada You’re So Vain.  Nessa musica existe uma frase assim: "Nuvens em meu café são os aspectos confusos da vida e do amor. O que você não pode ver e, mesmo assim, ainda parece sedutor...". Sabe como se deu isso? Foi um amigo que viu o detalhe durante uma viajem de avião onde este amigo observou o detalhe.  Isso a inspirou a escrever esta parte da canção.

Isso foi legitimamente uma “Linha Suave”, pois ela não precisou inventar nada, veio do meio externo.  Você não precisa necessariamente inventar cada aspecto da sua obra, ela pode ser inspirada, sugestionada, até mesmo copiada.  Já ouviu como o Scooby Doo foi criado?  Pura criação?  Não, foi cópia do que já existia.  Pesquise sobre isso.


Vou te dar uma tarefa.  Serve para quem já tem a intenção de fazer uma obra, ou quem está completamente sem ideia.  Olhe para uma paisagem.  Fixe sua mente lá.  Pode ser uma montanha, uma casa antiga, uma rua, uma cidade, uma cadeira, uma fazenda, um prédio, uma foto.  Qualquer coisa.  Deixe sua mente lá.  Imagine o que estaria acontecendo lá.  Quem são as pessoas envolvidas?  O que passam?  De onde vieram?  Por que estão lá?  Todas as coisas ao seu redor podem dar uma ideia . É o bastante?  Não.

Ouça as frases que seus colegas de trabalho dizem. Ouça seus familiares. Ouça o que dizem os personagens das suas séries favoritas.  Ouça o que dizem os personagens da novela, do filme, do livro que está lendo.  Ouça a musica e preste atenção à letra.  Você se torna uma esponja, absorvendo experiências que não precisou inventar.  É necessário dizer que isso é trabalho de peneirar, pesquisar e anotar.   Não é necessário reinventar a roda, só aperfeiçoa-la.

Enfim, se quiser saber mais sobre isso, entre em contato comigo.   Aproveite e passe no meu site e confira mais postagens.  Aproveite e veja meu livro recém-lançado, além das promoções relacionadas ao livro. Quem gosta de livros vai gostar da Black Friday do Conto das Lendas. Passa lá e confira.
*Todo conteúdo da coluna é de inteira responsabilidade do autor TCF Ramos.

Leia os outros posts da coluna:
 Parte I
Parte II
Parte III

Acesse o site do autor:  


Black Friday do Conto das Lendas

 Contatos do autor: 

http://www.facebook.com/WixPortugues
Tel :    21 975 54 4388
          21 975 54 3558

tcframos@yahoo.com.br
 

41 comentários:

  1. Ola
    Adorei poder conferir seu post e o conteudo da coluna. Eu acho legal prestar atenção nos detalhes das frases e afins, para poder absorver mais, compreender experiências e afins.. é uma tarefa essencial na verdade!
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fer, por participar. Realmente é importante observar os detalhes, muitas vezes, o essencial está além das palavras.

      Excluir
  2. Oii! Acho super bacana essa sua iniciativa de dar dicas e explicações para as pessoas que gostam de escrever, porque vejo muita gente que sonha em se tornar escritor mas não tem nenhuma base para tal coisa. Claro que a criatividade e inspiração são fortes aliados no processo de produção textual, porém, não é só disso que se constrói obras qualificadas. Beijos.

    thehouseofstorie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo, Sara. Tem muita gente com talento, mas a técnica é fundamental.

      Excluir
  3. Eu acho que me apaixonei pelo seu blog agora kkkk Amei essa coluna com dicas do que escrever e como escrever e aprendi uma coisa nova que são as linhas suaves. Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não conhecia a tal da linha suave que o Tiago nos apresentou. Achei muito interessante.

      Excluir
  4. Seu post é bem interessante, e já vou enviar pra amigos escritores, acho que suas dicas valem até para aqueles que já são escritores!
    Apesar de não querer ser escritora, adorei sua dica sobre ouvir o que as pessoas ao meu redor falam, acho que isso é importante em todos os aspectos da nossa vida!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Carol. Obrigado por indicar o post do Tiago.

      Excluir
  5. Oiee ^^
    Ainda não sabia sobre essa "Linha Suave", mas acho que já fiz isso em alguns contos e histórias que escrevi. Nem sempre dá para criar algo do zero, né? E acho que, a melhor forma de criar uma história que impacte o leitor, é deixá-la o mais realista possível.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E esse realismo torna a estória mais significante. Assim que o leitor se identifica com o personagem, por causa do realismo, fica mais facil mergulhar no que se lê.

      Excluir
    2. Verdade, Dryh. Eu também não conhecia a linha suave. Também estou aproveitando muito as dicas.

      Excluir
  6. Olá!
    Muito legal seu post! Não tenho o costume de escrever, mas você trouxe dicas valiosas. Acho muito importante ouvirmos as pessoas à nossa volta e também recebermos a opinião de pessoas sobre o que estamos escrevendo.
    Vou passar essa postagem para uns amigos que curtem escrever.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serve para tantas coisas que fica até dificil enumerar, não é? Ajuda muito quem escreve.

      Excluir
    2. Oie, Bruna. Obrigado! Indique sim para os amigos.

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Ainda não tinha ouvido falar dessas duas técnicas de escrita, a tal linha suave e complexa. Gostei das dicas, não sei se pretendo escrever algo um dia, mas seria maravilhoso tentar e realmente já tinha passado pela minha cabeça prestar atenção às coisas que acontecem em meu redor e absorver tudo, seja as expressões, diálogos ou até mesmo as aparências. Adorei!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia é incentivar escritores novos. Seria maravilhoso saber que meu post ajudou alguém a fazer isso.

      Excluir
    2. Que legal, Amanda. Espero que o post do tiago possa ajudá-la em seus textos.

      Excluir
  8. Olá amore,
    Adoreiiii a coluna do blog, ajuda muita gente né!
    Até o momento não pensei em ser escritora, mas acredito que posso tomar algumas dicas, afinal, tenho um cadinho de escritora, afinal, escrever pra blog, posso considerar não é¿!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Grazi. Com certeza, acredito que a coluna do Tiago possa ajudar os blogueiros também, afinal é através do texto do seu post que alcança o leitor. Sucesso pra ti.

      Excluir
  9. Olá, tudo bom?
    Não sabia que essa técnica de se inspirar em algo existente se chamava linha suave. Não sou escritora, mas, achei essas dicas bem interessante. Depois vou passar no outro link para conhecer a linha complexa.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Pollyana. É muito interessante, é sempre bom conhecer essas técnicas que podem ajudar muito na hora de colocar nossas ideias no papel.

      Excluir
  10. É muito bom aprender coisas novas. Eu, por exemplo, não sabia da existência dessa "linha suave". Acho que observar o que está ao nosso redor sempre é muito valioso, realmente temos que ser como esponjas e absorver tudo que for interessante para usar como uma base.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo, Tamires. Realmente de onde menos esperamos pode sair uma estória fantástica.

      Excluir
  11. Confesso que não estava entendendo nada até chegar no penúltimo parágrafo, quando finalmente compreendi o que você queria dizer. Acho muito importante que escritores sejam bem observadores e ajam sim como esponjas, é muito ruim quando a gente lê um diálogo que não parece possível de acontecer, por exemplo, e a observação impede que isso aconteça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que, por fim, conseguiu captar a mensagem do Tiago. Agora estou antenado 24h por dia.heheh

      Excluir
  12. Sem dúvida há muita coisa para ser absorvido em volta de quem quer ser ou é autor. A vida em volta é cheia de bons enredos, basta ter a paciência para catalogar estas ideias. Boas dicas para quem quer escrever.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos grandes livros surgiram de pequenos momentos cotidianos que unidos à imaginação se tornaram grandes estórias.

      Excluir
  13. Essa ideia de escrita suave, preciso muito e muito praticar. O autor realmente precisa estar atento a tudo, analisar tudo em volta, e traduzir tudo isso em uma boa história. Otimas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma grande verdade. Obrigado por participar com seu comentário.

      Excluir
  14. Olá =) Bacana essa sua coluna. Não conhecia esse tipo de linhas, adorei saber um pouco mais. Não conhecia essa música, mas adorei a frase que você citou da música. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dayane. Que bom que gostou, continue acompanhando.

      Excluir
  15. Olá!
    Gostei muito da sua coluna. De fato, escrever também inclui escutar. Grandes autores ou até mesmo os pouco reconhecidos, mas com obras incriveis, são capazes de nos prender ao texto por causa da escrita. Saber o que cada personagem vai dizer, pensar e fazer precisa ser bem estudado para ficar bem real.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Taisa. Precisamos acreditar e vivenciar cada momento da estória.

      Excluir
  16. Oiii.Tudo bem?
    Adorei as dicas, sou uma escritora iniciante e sempre estou de olho nesses posts com dicas.
    Adorei o post, Parabéns.
    Abraços Mary.
    Leituras da Mary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Mary. Que bom que está gostando. Acompanhe sempre com a gente.

      Excluir
  17. Oi, tudo bem? Eu acredito que escrever seja um dom que possa sim ser melhorado com técnicas e principalmente com o tempo. Quanto mais você escreve melhor vai ficando a escrita com o tempo. Tudo é questão de prática e aprendizado.
    Muito bacana as dicas que você deu embora eu não acredite em fórmulas prontas para o desenvolvimento de alguém algumas dicas ajudam sim é muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Camila. O talento, a essência tem que existir senão não haverá técnica que dê jeito. Depois disso é estar aberto a lapidar o dom. Muito obrigado por participar.

      Excluir
  18. Olá.

    Escrever um livro é bem difícil, hein? Eu sou doida p escrever um, mas não tenho nenhuma ideia e também preciso aprimorar minha escrita. Amei suas dicas e já quero um outro post sobre esse assunto. Verdade que para escrever um livro e ter um bom desenvolvimento é necessário fazer muita pesquisa. Amei!

    Beijos,
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia já está em você, basta ver onde ela se encontra na sua mente. Tente imaginar como uma coisa qualquer na sua vida poderia ser narrada em um livro. Como seria? Qualquer coisa pode se tornar um livro. Depois que vier aquele "estalo", comece a desenvolver.

      Excluir
    2. Pois é, o negócio é ir praticando, Marina. Vai usando os amigos como cobaias e se aperfeiçoando cada vez mais.

      Excluir
  19. Oi, Tiago. Tudo bem?
    Demorei um pouco para conseguir um tempinho para vir conferir a coluna. Gostei muito dessa postagem. Eu tinha um professor que sempre comentava sobre essa questão de nem tudo ter a necessidade de ser uma criação original. Como você mostrou, muitas vezes, podemos nos inspirar em coisas que já existem. Eu, por exemplo, ainda não comecei a escrever o meu livro, mas estou muito atento as técnica que vejo nos livros que leio e muitas delas, com certeza, vão estar presentes no meu livro. Gostei bastante de publicação.
    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.