slide-slick

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Resenha: 2.990 graus - A arte de queimar no inferno - Adilson Xavier (Panda Books)

Fogo, poder e morte caminhando juntos.


O romance policial 2.990 graus - A arte de queimar no inferno, do autor Adilson Xavier, foi publicado em 2017 pela Editora Panda Books.  O autor criou um enredo assustador e inteligente e nos leva a investigar uma série de assassinatos brutais com minuciosos requintes de crueldade contra políticos corruptos no Brasil.  A cada página percebemos que a verdade se esconde mais longe do que parece.

O fogo que purifica é o mesmo que incinera.

Nos dez anos de profissão, o jovem delegado Hermano sempre se orgulhou de nunca ter usado o revólver que carregava na cintura.  Maninho, como era chamado, sempre foi um sujeito calado.  Falar pouco sempre fez parte de seu temperamento, mas isso também fazia parte da cautela exigida pela profissão.  Com seus 35 anos, já grisalho, muitas vezes se aventurou na poesia, o que lhe rendeu o apelido de "poeta".

Por mais imprecisa que seja, toda verdade nasce pra ser absoluta.

O que nosso herói não poderia imaginar é que um assassinato com requintes de crueldade pudesse ameaçar seu sossego.  Ser designado para investigar um crime brutal contra um deputado federal, envolvido em um escândalo de desvio de verbas, seria apenas o começo de um grande e terrível mistério que transformaria sua vida.

Nos grandes embates, são os pequenos deslizes que nos derrubam.

O caso logo toma uma proporção assustadora no meio político, causando pânico entre os corruptos. Vários outros crimes são cometidos na sequência, seguindo sempre o mesmo ritual macabro, o que conduz Hermano e sua equipe a um jogo perigoso e arriscado.  Os corpos são encontrados em um cenário de horror, como se fosse um ritual, e a única certeza é sobre a arma do crime:  um maçarico. Tudo fica ainda pior quando o pastor de uma igreja acaba se despontando como o principal suspeito nas investigações. Sem conseguir conter a imprensa, o assunto se espalha gerando opiniões diversas sobre os assassinatos:  enquanto alguns torciam para que prendessem o assassino, uma parcela expressiva da população o considerava Justiceiro do Povo.

Ninguém cabe num único rótulo (...)

Em meio a tudo isso, Hermano mantinha um relacionamento estável com a bela Alice.   Enquanto nosso poeta pressentia o perigo do ressurgimento de um caso do passado na vida da companheira,  precisava lidar com as investidas de Jackie, a fogosa colega de trabalho que não perdia uma oportunidade de tentar seduzi-lo.  Claro que estou sendo bonzinho com o delegado, pois as mulheres sempre foram a pior fraqueza de Maninho. Inveja, crime, paixão, redescoberta e traição são alguns dos elementos presentes nesse enredo.

(...) verdade é só aquilo em que as pessoas são capazes de acreditar.

Um ponto positivo a se destacar é que a criação das personagens foge da caricatura ou modelos perfeitos, cada um tem suas qualidades e defeitos como todos nós.  São capazes de mentir, decepcionar e, claro, surpreender.  O pano de fundo é a cidade do Rio de Janeiro e seus arredores, com destaque para a cidade de Petrópolis, na região serrana.  Sendo o tema corrupção na política tão atual, é um belo enredo que se baseia na realidade para criar ficção.

Há um gene assassino em todos nós.

Adilson Xavier é publicitário, escritor, roteirista e produtor audiovisual, tendo recebido centenas de prêmios publicitários nacionais e internacionais.  Autor dos livros "O Deus da Criação - Uma Visão Teológico-Criativa Religiosamente Publicitária" ( Best Seller, 2007), “E. O Atirador de Idéias” (Best Seller, 2010), "Sobrevoando Babel" (Record, 2012), "Storytelling - Histórias que deixam marcas" (Best Business, 2015). Toda essa experiência marca de forma positiva a escrita do autor.  De forma natural, cada trecho do enredo se transforma em imagem diante de nossos olhos.  A atmosfera de cada cenário e a personalidade de cada personagem é ricamente construída, porém sem massacrar o leitor com uma narrativa pesada e cansativa.  Parece contraditório, mas é exatamente assim que acontece com a escrita de Adilson.  Uma narrativa fluída e dinâmica, onde cada frase tem a sua importância dentro do contexto.  "Atualmente, Adilson é CEO da Zola Filmes, onde cria e produz seriados e filmes para televisão, internet e cinema."


Onde domina a insanidade, nenhuma reação é tão louca que não possa fazer sentido. 

A capa é incrível e nela se destacam elementos significativos no enredo. As 320 páginas e folhas amareladas compõem uma edição rica em detalhes e bem revisada. O livro é dividido em quatro partes, sendo que as duas primeiras são narradas em 3ª pessoa e as duas últimas em 1ª pessoa, do ponto de vista do delegado Hermano.  Os títulos de cada uma das partes se relacionam diretamente aos nomes dados aos capítulos e também à atmosfera de cada um deles.  Livro indicado aos que gostam de um bom romance policial.


Matar é tão divino quanto gerar a vida (...)


http://oasyscultural.com.br/


https://www.pandabooks.com.br/2990-graus?search=2.990%20graus2.990 graus - A arte de queimar no inferno
Adilson Xavier
Editora Panda Books
320 páginas
Dimensões: 23x16cm
1ª Edição - 2017
ISBN 978-85-7888-662-2






Fanpage do Livro e Perfil do Autor

https://www.facebook.com/2.990graus/https://www.facebook.com/adilson.xavier


Onde Comprar



 https://www.americanas.com.br/produto/8571375/boca-de-chafariz?epar=buscape&hl=lower&opn=YYNKZB&s_term=YYNKZBhttp://compre.vc/v2/29699f6b42dhttp://compre.vc/v2/29622fa2b9ehttp://compre.vc/v2/29666728672
http://compre.vc/v2/296944269fbhttps://www.pandabooks.com.br/2990-graus?search=2.990%20graus


 Formato Digital


http://compre.vc/v2/332edd4ef4b



29 comentários:

  1. olá , tudo bem ?
    Os romances policiais tem minha preferência , e o 2990 grau a arte de queimar no inferno já está na minha lista , pois a temática é bem interessante, assassinos cruéis contra políticos ?? Abraços

    ResponderExcluir
  2. Eu amo enredos policiais e confesso que esse me deixou muito intrigada por se tratar de políticos corruptos aqui do Brasil! É sempre muito interessante livros que falam sobre assassinatos, pois nós sempre tendemos a imaginar os motivos, ainda mais com requintes de crueldade, mas aqui já é dito claramente quem são suas vítimas e por isso fica muito mais interessante! Amei a capa, muito linda

    ResponderExcluir
  3. Parece um livro bem arquitetado e estruturado. Livros policiais muito bem escritos é um ótimo investimento de leitura.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da resenha e compartilhamento deste livro.Ele é bem dinâmico, misterioso e com certeza de arrancar o fôlego. Livros assim me despertam muita curiosidade em ler, pois gosto de mistérios, ficar entretida e bem emocionada! Muito bacana abordar sobre políticos, corrupções, algo bem atual, não?

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Eu achei bem interessante a história, confesso que não sou muito fã nesse gênero do livro, mas a história é muito bom e tem mistérios que eu gosto.

    http://fabiisanto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. A arte de queimar no inferno 2.990 Graus: de Xavier é bastante interessante, embora carregado de ação, aventura mexendo com nossas emoções.Certamente, muitas pessoas ficam surpresas com esse livro, adorei sua resenha,me fez ver o oposto do que muitas pessoas dizem sobre o livro, parece ser uma história que nos mantém presos,com um leitura fácil de entender.

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bem? Adorei a premissa do livro e a capa também rs! Apesar de não ser um dos gêneros que estou sempre lendo, acho super valido mudar um pouquinho pois este livro me chamou bastante atenção! Adorei, e com certeza irei adicionar na minha wish list! Parabéns pela resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adorei conhecer o livro através da sua resenha, a história parece muito boa mesmo, o mistério do romance policial me atrai.
    Parabéns pela resenha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Com certeza é um grande e ótimo livro, misturar elementos da política com a polícia só pode resultar em um sucesso de encher os olhos. Já me tornei fã desse autor que, melhor de tudo, é nacional!!!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
  10. Achei interessante o assunto do livro, uma mistura de polícia e política. Sua resenha ficou ótimo! Parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. É mesmo verdade, por detrás de cada pessoa dita "normal" pode estar um criminoso. É o mesmo que dizer que quem vê caras não vê corações e por isso o mal pode vir de onde menos se espera. Bom livro. Interessante e inteligente enredo!

    ResponderExcluir
  12. Evandro sou fascinada por livros de romance policial as histórias são sempre emocionantes. A história é ótima, muito bom ler uma história assim cheia de mistérios de assassinatos contra os políticos. Excelente a resenha do livro é um livro que prende muito o leitor, abraços.

    ResponderExcluir
  13. Amado, para falar a verdade não gosto de história de assassinatos, só que fiquei curiosa para ler! kkk parabéns pela resenha, beijinhosssssssss

    ResponderExcluir
  14. Uau, não conhecia o livro mais me interessei muuito. Existem pontos que me conquistaram na resenha, o primeiro foi se passar no Rio, pq eu moro aqui. Contudo o mais importante é que os personagens não são perfeitinhos, já estou de saco cheio de todo mundo ser 100% o melhor, não tem isso na vida real.
    Vou procurar o livro pra ler.

    ResponderExcluir
  15. Olá, gosto desse gênero de livro. Desconhecia esse e achei bem interessante o enredo. Amei a resenha, deu pra ter uma boa ideia do que se trata o livro. Gostei da dica. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi! Gostei bastante de sua resenha, esse livro me pareceu ser muito bom, cheio de mistérios. Gosto de livros desse tipo, fiquei super curiosa para saber o que acontece no desfecho, achei também o tema do livro bem atual! Gostei! Abraços

    ResponderExcluir
  17. Amo romances policial e achei esse titulo e a capa incríveis, parecem ser ideais para a historia.
    Apesar de estar tão cheia desse tema de corrupção no Brasil, gostaria muito de ler esse livro.
    Como sempre a sua resenha ficou maravilhosa e despertou em minha o desejo de saber o final dessa historia.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas amei a indicação. Que enredo original, não é mesmo? E é possível até imaginar que se isso acontecesse nos dias atuais, muitos ficariam divididos. Sua resenha me deixou bastante curiosa, como será o desfecho? Ah,já está na minha lista.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oiiie,
    Obrigada pela indicação do livro, eu não o conhecia e achei bem legal, gostei da história e a capa dele eu achei bonitinha, eu gosto do gênero rsrs <3

    ResponderExcluir
  20. Eu amo romance policial,e esse me parece ótimo, estou ansiosa para ler 2990 graus. Essa aura de mistério em que os autores nos envolvem me fascina!

    ResponderExcluir
  21. Nem digo que fiquei curiosa com esse livro, né? Se tem investigação já me atiça a curiosidade, eu como leitora assídua de Poe amo apreciar uma boa obra de cunho investigativo como essa que você nos apresentou acima. Interessante é isso do assassino pegar os corruptos, é como se ele fosse um Frank Castle sabe? O Justiceiro do Brasil. Deve ser uma leitura bem legal essa, fiquei muito interessada nela. Amei a indicação, como sempre nos surpreendendo com novidades aqui no blog. Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Gosto muito de romances policiais principalmente os que são bem escrito e tem como enredo uma boa história.A sua resenha me cativou e me instigou a dar continuidade a essa leitura que me parece leve,cheia de surpresas e um bom livro de cabeceira.Vou procurar conhecê-lo melhor.Adorei a novidade,sempre muito bom conhecer uma ótima indicação!Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Interessantissimo. Conheci o blog hoje, gostei e ja segui.

    https://juliamodelodemodelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi Evandro,boa noite!
    Eu não sou muito chegada a romances policiais,mas esse chamou minha atenção.O tema super atual.Fiquei pensando:"Provavelmente se a ficção se transformasse em realidade,acho que a população,assim como no livro,iria considerar o assassino um Justiceiro do povo.
    Esse eu gostaria de ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Olá Evandro!pela sua descrição do livro,é um ótimo romance policial,apesar dos assassinatos ele nos mostra de certa forma fazer justiça,é bem interessante.Ótima resenha!Bjss

    ResponderExcluir
  26. Oi,
    Esse é o tipo de leitura que eu adoro. Um romance policial com muito suspense. Eu gostei muito da resenha e fiquei super curiosa para saber mais sobre a história. Parabéns pela resenha.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  27. Não conhecia esse livro, mas já gostei. Acho o tema abordado muito interessante. Gostei dos quotes do livro, dá um gostinho de quero mais.

    ResponderExcluir
  28. Que interessante essa estória.
    Poucos livros me deixam com vontade de ler, mas sua resenha e despertou essa vontade.
    Adorei

    ResponderExcluir
  29. Olá,amigo!!
    Que história mais interessante!! Contar uma história que fala sobre crimes cometidos contra políticos no Brasil,parece ser muito interessante. Gostei também da capa do livro,bem original e sugestivo.Parabéns pela resenha e acredito que este livro deverá chegar a muitas mãos.Bjsss

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.