slide-slick

terça-feira, 2 de maio de 2017

Resenha: Milagre Obscuro - Patrick Alex (Chiado)


Em Milagre Obscuro, publicado pela Chiado Editora em setembro de 2016, Parick Alex nos apresenta o mundo sombrio, solitário e extremamente perigoso em que se vê mergulhado Demitri, um adolescente de 16 anos.  Em seu enredo de estreia, o autor transita entre amor e morte, tendo buscando inspiração em músicas punks, repertórios de bandas do cenário alternativo dos anos noventa e dois mil, e também na literatura gótica e cinema.

A morte nunca pareceu uma ideia tão deslumbrante.  
Fácil, calma e com cheiro de morangos frescos.

Para os que embarcam na leitura apenas incentivado pela sinopse,  não têm a mínima ideia do que realmente encontrará em suas páginas.     Por ela sabemos apenas que Demitri se desespera ao ver o corpo de Selena sendo coberto por plástico preto pelos paramédicos na beira do asfalto e descobrimos também que ela era a garota que ele amava.  A partir daí, o leitor realmente entrará no tal Milagre Obscuro, a que o título se refere.

Era como se toda vez que ele olhasse para ela, soubesse que o dia podia ser melhor.

O enredo se passa na cidade de São Paulo no ano de 2010, onde, de forma misteriosa, pessoas dadas como mortas começam a retornar à vida, sem nenhuma explicação aparente.   Diante do total desconhecimento dos fatos, a população local se vê cercada por atos criminosos e assassinados brutais, onde as vítimas tem seu sangue consumido com indícios de canibalismo e crueldade.  O que antes parecia eventos isolados, acaba tomando proporções assustadoras ao ser especulado pela imprensa.

De tempos em tempos, a sociedade gera predadores que se alimentam dos mais fracos.  
É natural.
 
O autor divide sua obra em uma pequena introdução do momento atual, depois nos apresenta fatos anteriores e então divide o livro em 3 grandes capítulos, fazendo o fechamento com o epílogo.  Patrick mistura ficção e realidade e nos apresenta um enredo forte e perturbador, caminhando pelo frágil terreno da existência humana.  Temas como bullying, drogas,  automutilação, paranormalidade, relações familiares, amizade e paixão são muito bem inseridos dentro do contexto.

Os cortes que tinha no pulso e nas coxas já estavam cicatrizados, mas pareciam arder sempre que entravam em contato com a água.  Como se para lembrar que ainda estavam ali.  E sempre estariam.
 
Demitri, como personagem principal, é quem nos leva a conhecer os outros personagens e suas frustrações, cada um em busca de sua própria felicidade e cura de suas dores.   Mesmo em meio a tantos relacionamentos, cada um vive sua própria solidão.   Selena é a vizinha do prédio da frente, por quem Demitri se apaixona, mas o fim dela vocês já sabem; mais tarde conhecemos Camille e Wesley, que viriam a ser os melhores amigos, e ainda tem Carlos, André, Danielle e muitos outros.

 A casa estava em silêncio.  As paredes pareciam sufocá-lo.

Como puderam perceber, o livro tem bons ingredientes para segurar o leitor e personagens bem construídos.  A revisão deixou algumas falhas, o que não atrapalha diretamente a leitura.  As páginas são amareladas e a fonte confortável.  Embora com variedade de assuntos suficientes para preenche-las, suas 640 páginas poderiam ser enxugadas para que a leitura se tornasse mais fluída e focada, já que alguns trechos poderiam ser suprimidos sem grandes, ou nenhuma, alteração no contexto. 

Não é suicídio se você já está morto por dentro. 

Por fim, diante do tal Milagre Obscuro, o que prevalece são as atitudes de cada personagem dentro do enredo, seus dramas, frustrações, superações ou mesmo destruição.   Eu gostei da leitura, curti o estilo e me envolvi com a atmosfera criada.   Esse é um daqueles livros que você lê como se tivesse uma lâmina cortando a pele, descobrindo o quanto daqueles personagens também existe dentro de você.  No enredo de Patrick Alex, todos os personagens têm suas falhas, ninguém é totalmente mocinho ou vilão.  E isso é o que torna a história interessante.  Boa leitura.

A cada toque, um tiro, uma navalha que corta, sim, lá vem os olhos fechados.

Conheçam o site do livro e tenham acesso à cronologia dos acontecimentos e notícias de jornais (contém spoiler).   Lá vocês terão acesso à um trecho da história, assim como detalhes do autor e sua obra.

https://www.chiadoeditora.com/livraria/milagre-obscuro

Milagre Obscuro
Autor:  Patrick Alex
Chiado Editora
Páginas: 640
Coleção:  Viagens na Ficção
ISBN: 978-989-51-6551-3
1ª Edição (Novembro - 2016)



Além da Chiado Editora, o livro também se encontra à venda nas seguintes livrarias:


*Livro gentilmente cedido pela Chiado Editora.

24 comentários:

  1. Uau! Que surreal! Adoraria acompanhar a trama através da leitura e ver de perto esse milagre obscuro! Ia ser muito doido se acontecesse na vida real!

    ResponderExcluir
  2. Gente! Eu achei incrível essa premissa. Imagino o baque de ver quem você ama morto, sendo levado pelos paramédicos e já começo a raciocinar o obscuro também. Adorei que a história se passa em São Paulo, minha cidade que tanto amo. Abri um sorriso quando vi isso. E meu deus... um livro que aborda mortos que voltam a vida? E canibalismo... que história! Diferente, curiosa, interessante! Eu estou realmente muito curiosa e morrendo de vontade de ler, vai pra lista de livros para ler até o meio do ano, no máximo! Fico triste que tenha ficado extenso quando poderia ser reduzido um pouco em prol da fluidez, mas não parece que atrapalha muito né? Gostei disso de ir me identificando com os personagens, essa identificação sempre me cativa e me faz querer devorar mais o livro. Muito bacana isso dos jornais. Já estou indo saber mais sobre Milagre Obscuro!

    ResponderExcluir
  3. O livro é recheado de mistérios, em que as pessoas são dada como mortas e elas começam a retornar a vida. é uma história que mexe com o leitor a leitura é bastante intrigante. O livro tem um ótimo tema, é uma boa indicação de livro, parabéns para o autor Patrick Alex, abraços.

    ResponderExcluir
  4. Olá. Tudo bem?
    Não conhecia esse livro ainda, e achei uma ótima premissa. Adoro esse tipo de tema e com toda certeza vai pra listinha.
    Parabéns pelo post e pela ótima indicação.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Hello.
    Esse livro me lembrou os 13 Porquês por causa do tema de suicídio. Não faz muito o meu gênero mas gostei muito da sua resenha, me fez refletir bastante sobre a morte. Gostei bastante dos trechos que exibiu no post e as comparações do autor, personificando a morte, mas assustador ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  6. Não gostei muito da capa mas o enredo é muito bom adoro histórias de adolescentes apesar da capa na minha grada muito depois da sua resenha eu daria uma chance para o livro pode me surpreender mais né quem sabe Obrigado pela dica

    ResponderExcluir
  7. Oi, o livro eu não conhecia ainda, ele tem uma história bem interessante, que ao decorrer tem algumas mortes e pessoas que voltam a vida. O que eu gostei foi da fonte do titulo do livro que está na capa, porem é uma historia que quando eu tiver a oportunidade de ler com certeza lerei. Bjs!

    http://fabiisanto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bom?
    Ainda não conhecia o livro, não sei muito bem o que dizer da capa, mas a história parece muito boa. A trama é interessante e, ainda por cima, se passa no Brasil. Não lembro de ter visto uma história do gênero que se passe aqui. Parece ser assustador haha. Adorei a resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, como vai?
    Confesso que ainda nao conhecia esse livro, porem gostei bastante da sua resenha, bem como a história citada. Desde que vi ele agora achei super diferente o seu designer o que me deu mais vontade de poder ler. beijos

    ResponderExcluir
  10. Que medo!
    Nossa me prendi ao seu texto, me imaginei lendo.
    Adorei a resenha. Um super beijão!

    ResponderExcluir
  11. Evandro, que nos traz sempre óptimas leituras é um facto, o que já não é surpresa nenhuma e esta é mais uma delas! Mas, que desta vez me parece tratar-se de uma história muito forte e capaz de tirar o sono, tb é um facto! :)

    ResponderExcluir
  12. Amei sua resenha.
    O livro até dá arrepiou, e deu uma vontade incrível de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Evandro, tudo bem?

    O livro parece ser muito bom. Gosto dessa sensação de ler um livro e parecer que está sendo sugado, que você é o personagem e está sentindo as mesmas dores que ele. O livro parece ter uma alta carga emocional, levando o leitor a embarcar de cabeça e descobrir o motivo de tanto suspense. Fiquei muito curiosa para ver como os mais diversos temas são tratados, pois não é fácil falar de tantos assuntos e manter-se firme em todos eles. Dica anotada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Este livro tem uma capa sinistra! Que bacana! A resenha muito bem feita. Gostei da premissa do livro.O local ser SP é muito interessante, a gente se sente na história pq está tão perto. Uma cidade conhecida! Um livro recheado de mistérios, suspense... Bem bacana o tema abordadocomo mortos voltarem e tudo mais! Está aí umlivro que eu poderia ler sim!

    ResponderExcluir
  15. Uau, parece ser uma história e tanto hein? Confesso que esse tijolão me assustou no primeiro momento, mas a história parece ser realmente tão boa que fiquei com vontade de comprar agora mesmo.
    Ótima resenha.

    Abraços.
    www.mundoinvertido.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    O catálogo da Chiado é maravilhoso, não é?! Muitos títulos dela que ainda não conhecia, por exemplo: esse kkk
    A premissa do livro é bem interessante, e fica um ar de mistério envolvendo a gente... Gostei bastante. O livro parece ser bem interessante...

    Gostei também da tua resenha. Bem escrita, parabéns!

    Beijos, Lorena

    ResponderExcluir
  17. Já disse que adoro a variedade de gêneros literários que teu blog aborda? Pois bem, adoro. Primeiramente quero falar que estou mega orgulhosa dos nossos escritores nacionais, eles possuem uma mente tão brilhante que fico incrível por não terem vindo a luz antes. Segundo que choqay, essa história me lembra bastante o seriado Les Revenants que fala sobre mortos voltarem a vida tipo que por mágica... Na verdade me lembra bastante um apocalipse zumbi mas sem um paciente zero, hehe. (amo zumbis, sério). Mas então vem o fato de que o livro não fora feito para uma leitura simples, por abordar tantos assuntos delicados incluindo a automutilação, creio que o leitor deve estar ciente que não será nada leve e amigável, terão que estar de mente aberta para aceitar que a realidade as vezes pode ser mais obscura do que imaginamos. Inclusive o mundo obscuro em si ele é belo, basta saberem olhar o porto certo e deixarem-se fluir, não deveria ser algo horrendo sabe? Como um trecho da Your Star do Evanescence (Amy Lee rainha): "How can the darkness feel so wrong?", ou até mesmo na Lithium, da mesma banda : "Here in the darkness I know myself" Não sei se entendes o que quero dizer mas poxa, a escuridão em si é bela pra caramba. Creio que irei sentir isso quando esse livro chegar em casa porque com certeza vou comprá-lo. Disseste acima que tem inspiração na literatura gótica... Por acaso seria meu amado Edgar Allan Poe? Senti muito dele nessa tua resenha que olha, tá fantástica. Mega sucesso para ti hein e traga mais resenhas nessa pegada, é viciante, haha. Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Instigante eu diria.
    No começo achei que fosse um livro de drama, mas conforme fui lendo a resenha percebi que uma realidade, daquelas que mostra verdadeiramente como a vida é.
    Nem tudo são flores e ninguém é totalmente bom ou ruim. Isso é verdade, todo mundo é um pouco de cada.
    Não consigo imaginar uma ficção inserida no livro, isso deixa uma pontinha de curiosidade para lê-lo!

    ResponderExcluir
  19. História bacana, mas não é o tipo de livro que gosto de ler. Sua resenha ficou ótima! Parabéns

    ResponderExcluir
  20. Oi Evandro! Tudo bem?!
    Como sempre suas resenhas são marilhosas! Dá vontade de comprar o livro agora para acompanhar essa história incrível!
    E é exatamente o tipo de histórias que amo ler!! ♡
    Adorei!
    Beijos
    Lilian

    ResponderExcluir
  21. Hey!

    Nossa, que livro incrível, não o conhecia, mas fiquei muito curiosa para lê-lo, gosto de livros do gênero e sua resenha me despertou bastante para a leitura. Dica anotada!

    Bjos.

    ResponderExcluir
  22. Cara... Me senti no mundo de The Walking Dead kkkkkk. Parece ser um livro interessante, confesso que não é meu tipo de leitura preferido, mas pelo que li o enredo parece ser recheado de mistérios e perigos. E, está em alta agora esse tipo de narrativa. O que mais gostei foi a ambientação, não me lembro de ter visto nada desse gênero que se passasse no Brasil, deve ser bacana ver uma história de mortos vivos na perspectiva de um Brasileiro.

    Parabéns a vc e ao autor, sucesso ao blog!

    Com carinho,
    Frank S. C. Writer

    ResponderExcluir
  23. Evandro!
    Não li ainda nenhum livro com um enredo tão cheio de questionamentos, afinal, reviver os mortos é algo científicamente impossível, mas na ficção, tudo é permitido.
    Pena o livro ter alguns erros, mas se dar para entender, relevamos.
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  24. Só pela resenha com certeza este livro é top. já vai para a lista de livro para comprar na bienal. Adorei!!!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.