slide-slick

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Autora: Edna Guedes

https://www.facebook.com/edna.guedes.7?fref=ts
Acredito que o esforço e a dedicação só nos trazem coisas boas.  E hoje, estou aqui para mostrar mais um dos frutos do blog AtraenteMente, que é a “mais que especial” parceria com a autora Edna Guedes.
Foram alguns e-mails trocados, e confesso ser um terreno novo, tanto pra nós do AtraenteMente, quanto para a escritora; mas estamos alinhados e nos lançamos a esse desafio.   Edna é a primeira autora parceira, de outros que virão; e por outro lado, somos os primeiros blogueiros masculinos para quem ela entrega um de seus “filhos” para resenha (como descrever o livro de um autor?).   


Bem, vamos falar sobre Edna Guedes
Olha que figura!  É casada, tem uma única filha (que já lhe serviu de inspiração), e mora em Recife.  É formada em direito e turismo.  Trabalha como funcionária pública e ainda, nas horas vagas, gosta de fotografar.  Achando tudo isso ainda pouco, Edna soltou a imaginação e todo o talento que Deus lhe deu e, até o momento, tem quatro livros escritos.
Andei sabendo por aí* que ela é romântica, ciumenta, teimosa e sonhadora. Ela própria se define em seu perfil do Facebook :   “Complicada e imperfeita. Mas se você só aprecia coisas materiais, dançou, te esqueço rapidinho.”  
Seu primeiro beijo foi em 1978, se casou em 1990  e a filha veio em 1992.  Acredito que viveu (e vive) intensamente todas essas etapas, e ainda deve ter muita inspiração para suas histórias.

https://www.facebook.com/edna.guedes.7?fref=ts
Vamos agora saber da própria Edna um pouquinho mais sobre seu trabalho:

Se a sua vida fosse um livro, qual seria a sinopse?
A sinopse de minha vida muda todos os dias.  Se me minha vida fosse um livro ele seria o resumo de meus quatro romances e dos que estou escrevendo.  Um pouco de cada um.  Partes boas e ruins.  Afinal de contas, para aprendermos na vida, temos que passar por muitas flores, mas também nos arranharmos com os espinhos.

Seus livros se baseiam em histórias reais?  Caso a resposta seja afirmativa, algum conhecido já se identificou com algum momento ou personagem de suas histórias?  Como foi?
Demorei a responder essa pergunta. Sim. Não. Sim novamente. Não e por fim, SIM. Também. Alguns fatos que as pessoas falam, ou de alguma história que ouvi, se me despertam o interesse, coloco na história. Em Entre dois Amores tem isso. Algo de real. E Encontro em Capri  e Paixão sem limites igualmente. A maneira como os casais centrais se encontraram aconteceu. 

Qual o ingrediente que não pode faltar em uma história atraente?
Açúcar! Risos.  Brincadeira.  É que sempre digo que só gosto de romances doces, bem melosos, quase diabéticos.  Mas o que não pode faltar é um romance com história de amor, intrigas, paixão, mentiras, tramas policiais, tudo junto e misturado.  Sexo também, mas nada em demasia, senão perde-se o foco. Detesto homens marsupiais e mulheres que não têm cistite. Ou seja, uma história que pode acontecer na vida real. Pessoas com profissões normais.  Bilionários, para mim não colam.  A água só corre para o mar.
https://www.clubedeautores.com.br/book/187548--Acontece_que_eu_te_amo?topic=ficcaoeromance
Como é seu processo criativo?  Você deixa alguém ler antes de finalizar uma história?
Escrevo, apago, corto, colo, se quiserem ver, eu permito. Até agora ninguém pediu, mas se quiser, eu deixo.

Quando você começa a escrever um novo livro, a história já está definida na sua mente ou ela ganha vida própria e sai fora do planejado?
Nem sempre.  Às vezes eu mudo.  Na verdade, é muito difícil escrever um livro. Quando o começo está definido, fica mais fácil.  E eu mudo bastante.  Às vezes a ideia e toda a história está ali, martelando sua cabeça, mas não consigo juntar.  Penso muito no que os outros irão pensar.  Já recebi críticas bastante severas e que magoaram um pouco.

Você tem alguma história em andamento atualmente?
Sim. Apenas 4 que comecei há uns três anos pelo menos.  Todas estão falando ao mesmo tempo em minha cabeça e eu não consigo lhes ouvir bem.

Seus livros são escritos sob a ótica feminina, mas o que os homens podem esperar deles?
Hahahahaha! Tenho até medo de imaginar. Você será o primeiro a me dizer o que viu. Muito diabético? 

Como foi sua experiência na XVI Bienal do Livro do Rio de Janeiro em 2013 com o lançamento de seu livro Acontece que eu te amo, pela Editora Modo?
Foi legal.  Nunca havia ido.  Conheci algumas autoras legais como a Mallerey Cálgara, Márcia Rubim, Adriana Vargas que era minha editora na época, Nize Morais.  Só senti pena porque não conheci Lílian Reis, adoro os livros dela.

Algum projeto para bienal de São Paulo em 2016? 
Nenhum.


Desde o primeiro livro até agora, cite um momento que lhe pareceu mágico e um momento difícil nessa trajetória.
Mágico?  Ir à Bienal e as boas críticas. Quando leram meu livro e entenderam meu ponto de vista, de que aquela história era apenas uma história de amor, leve, sem muito drama, mas mesmo assim gostaram e sentiram falta do casal ao final.  Difícil...  Tudo é muito difícil para o escritor nacional desconhecido na vitrine.  

https://www.clubedeautores.com.br/book/190992--Entre_dois_AmoresVocê é do tipo que nas rodas familiares e entre amigos, no lugar de meias, presenteia com livros?
Presenteio quem gosta de livros, mas nunca com os meus.

Sobre a valorização do autor nacional e suas dificuldades para entrar e se manter no mercado... O que você tem a dizer?
As dificuldades para entrar são inúmeras. Manter então, nem se fala.  Você mal consegue entrar, manter-se é que não consegue mesmo.  A não ser que você tenha talento para escrever apenas os modismos.  Eu não sou assim, então, não tenho fé que entrarei e continuarei no mercado. As editoras sequer respondem a você.  E aquelas que respondem, te fazem propostas para lá de indecentes.  Você tem que pagar e muitas pessoas não percebem que estão sendo enganadas.  Não são editoras, são gráficas interesseiras que te ganham com a lábia de que você irá vender horrores e fazer sucesso aqui e lá fora, porém, desde que você pague entre 15 e 20 mil reais para eles, com a compra de 500 exemplares a custos exorbitantes, e os venda e faça a publicidade você mesmo. Um absurdo isso!  Eu não caio nessa, pois sou apenas uma servidora pública, não tenho comércio, muito menos livrarias, tampouco sebo.    O problema é que as editoras sérias, muitas vezes, sequer se dão ao trabalho de olhar seus escritos para saber se são bons ou não.  Eu já li, te juro, livros melhores que de  autores internacionais renomados. Mas quem sou eu?  Uma mera desconhecida e ainda nordestina.  Digo nordestina, porque já sofri preconceito até nisso.  Uma "editora" que Graças a Deus esqueci o nome, me propôs pagar, comprar meus próprios livros, e ainda me mostrou "vários" planos.  Antes veio com uma história da ambientação de meu livro, que se passava no nordeste, que não sei o que, blá blá bá.  Ué, se eu moro em Recife, sou de Pernambuco, iria escrever em Londres por quê? Nunca fui lá para saber os hábitos e costumes do povo.  Ouvir falar não é a mesma coisa. Eu até tentei, mas não dá. Não soa real. Os lugares que escrevi são os que conheci. Então, essa "editora" brasileira ainda falou do fato de eu ser nordestina e meu nome...  ah, meu nome...  Em outras palavras "não tem consoantes suficientemente juntas, além de eu ser "desconhecida". Fiquei imaginando o que ele queria com isso. Enganar o público? E quanto ao desconhecida, respondo-lhe agora: Alguém já tinha ouvido falar em J.K.Rowling antes de Harry Potter? E em E.L.James antes de 50 Tons de cinza? E quando a conta a pagar é em euro?  Digo isso porque aconteceu comigo.  Queridos, se eu tivesse euros, viajaria de volta à Itália.  Jamais te pagaria o equivalente a 5 mil euros para eu comprar meus próprios livros e não conseguir vender sequer um, pois o próprio brasileiro achincalha seus autores.
https://www.clubedeautores.com.br/book/133240--Paixao_sem_limitesFalta fé no autor nacional.  Dê uma chance!  O tratamento deve ser igual para todos.  Se o livro for ruim, manda um e-mail dizendo que não é bem o que a editora quer.  Explica, sê sincero. Tenha profissionais bons para ler o livro e fazer uma análise crítica séria, imparcial.  Se for bom, cara, a pessoa do outro lado ficará imensamente feliz.  Enfim, a dificuldade é grande, enorme e apavora.

Quais seus projetos atuais na área literária?
Como tenho quatro livros na agulha, vou tentar terminar.  Mas confesso, ando um pouco desanimada com esse mundo literário.  A primeira seria uma história bem real.  Não sei qual  o público irá atingir, pois fica difícil um drama onde os personagens não são mocinhas virgens donzelas ou fogosas e os mocinhos já velhinhos sempre descansando, pois hoje em dia só querem saber de histórias onde têm sexo, sexo, sexo e mais sexo.  Uffa! Haja antequinos,  fascogales e os kaluta.

Onde podemos adquirir seus livros, Edna?

No site Amazon e no Clube de Autores. Comprei alguns exemplares de Paixão sem Limites e são os únicos que tenho em casa.

Edna, você é uma pessoa fantástica e tem um longo caminho de crescimento e sucesso pela frente.  Arrisque-se, jogue-se, pois você é merecedora disso tudo.  Agora, pra encerrar deixe uma mensagem para a galera do blog.
https://www.clubedeautores.com.br/book/133118--Encontro_em_CapriObrigada pela chance de querer me conhecer e me chamar de Fantástica. Saiba que ainda temos um longo caminho pela frente. Eu não sou apenas um resumo.
Gostaria que as pessoas procurassem me conhecer melhor antes de julgar.  Sou cheia de defeitos, mas também virtudes, como todo ser humano.  Realmente complicada e perfeitinha, igual à música.  E também não tolero pessoas que valorizam apenas coisas materiais.  E mais importante, apesar de ultimamente eu estar perdendo o encantamento com o mundo literário, vou continuar escrevendo para mim. Afinal de contas, serve como terapia. Mesmo já na meia idade, e de tudo que já vivi, ainda acredito no amor.  Naquele que te faz suspirar, perder a noção da hora, te faz rejuvenescer, e te levanta em todos os sentidos.  Gosto muito da frase que coloquei em meu primeiro livro:  "O amor não tem idade, está sempre a nascer" - Blaise Pascal.  Eu só não acredito nos políticos.

Onde encontrar os livros da Autora:

Clube de Autores :

Amazon :

Edna Guedes, é um imenso prazer conhecê-la, trocar ideias com uma pessoa tão divertida, humilde e com um talento tão grandioso.
Valorizamos os escritores nacionais, que travam uma luta árdua por um espaço nas grandes editoras, onde o interesse monetário vem acima de qualquer arte.  Autores que, muitas vezes, se dedicam dias e noites, a dar vida à personagens e criar mundos para nos encantar depois com suas histórias. 
Em breve tem resenha de um dos livros da Edna aqui, pra aumentar ainda mais o desejo de vocês em embarcarem nessas histórias cheias de amor, paixão, intrigas e muito mais....  Leitura em andamento!

Até logo!!! 

*Agradecimento aos blogs:
Leitora Sempre 
Mundo Literário 

21 comentários:

  1. Sem mais ou menos como é esse processo criativo hahaha
    Adorei conhecê-la <3

    http://www.16primaverasblog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ingrid! Eu também conheço bem esse processo. kkk Cada vez que releio minhas coisas, tem algo pra mudar. Obrigado pela presença.

      Excluir
  2. Parabéns pela parceria!! A autora parece ser maravilhosa e os livros dela também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vitória! Sim, além de ser uma pessoa maravilhosa é uma autora de grande talento. Temos que valorizar os livros nacionais e descobrir que não ficam a dever nada para os de fora. Eu amo autores nacionais!

      Excluir
  3. Obrigada Evandro, pelo carinho. E também por haver sido paciente com as brincadeiras. Prometi à Márcia ser séria, mas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna Guedes, eu que agradeço pela sinceridade nas respostas. Acredito que sua experiência pode ajudar a alertar muitos escritores que tem uma boa história na gaveta e sonha em publicar. Pela sua trajetória literária podemos ver que os obstáculos são muitos! Você é uma vencedora!

      Excluir
  4. Meninos! Amei a entrevista a Edna é demais e vcs são ótimos, perguntas pertinentes e respostas espirituosas. Amei!
    Obrigada Evandro e Fábio pela menção ao blog.
    Bjs
    http://www.mundoliterando.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Márcia! Fico contente que tenha gostado.

      Excluir
  5. Nossa,incrível,quanta personalidade,gostei muito da entrevista,e esses caras são administradores mas seriam ótimos jornalistas einh hehe,ótimas perguntas,e respostas sinceras,é o que todo bom leitor espera,ajuda a entender melhor a realidade da literatura no Brasil,das dificuldades dos autores nacionais e do corporativismo que preconceituoso e o modismo comercial que infelizmente impera.Salve!Salve! Todos os autores nacionais,muito sucesso Edna Guedes.Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Gleidson! Realmente são muitas dificuldades e esse modismo comercial, deixa de forma muita coisa boa que, infelizmente, não chega aos leitores.

      Excluir
  6. Estou começando a ler o livro Encontro em Capri e estou gostando da história. Ela sabe criar personagens envolventes e um enredo que te prende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação, Robson. Em breve teremos resenha deste livro aqui no blog.

      Excluir
    2. Hummmmm. Outra opinião masculina. :)

      Excluir
  7. Oi obrigada pela visita no blog, seguindo aqui!

    não conhecia a autora, ótima postagem!


    http://naiamelo.blogspot.com.br/ (Ciranda da Bailarina)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Naiia Melo. Fico feliz que esteja aqui. Conte sempre comigo.

      Excluir
  8. Que legal parceria é muito bom, vimos como voto de confiança de ambos os lados, torço que dê tudo certo e só temos que ganhar com esta parceria.
    http://trocarlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ana Paula. Está dando mais que certo! Estou lendo o livro e logo posto a resenha aqui pra vocês. É muito bom se encantar com uma história e ainda poder trocar ideia com o autor.

      Excluir
  9. Gostei muito da autora, embora não tenha lido nenhum livro dela ainda. Mulher de personalidade forte, gostei! Estarei aguardando ansiosamente a resenha do livro.

    Indiquei o Atraente Mente a uma tag, venha conferir!
    http://nadafessoal.blogspot.com.br/2016/04/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Fernanda! É muito importante saber das dificuldades do mercado para os autores nacionais. É uma grande qualidade não abrir mão da autenticidade e raízes para se encaixar no mercado. A autora está mesmo de parabéns.

      Excluir
  10. Lendo essa entrevista, fiquei pensando nas dificuldades encontradas pelos autores nacionais. Tive uma amiga que publicou um livro e acabou ficando só nele. Saiu muito caro! No final de semana que vem, o filho de um amigo vai lançar seu livro, mas sei o que ele passou.
    Parabéns pela parceria e muito sucesso à autora!
    Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.