slide-slick

Resenha: Poemas na Poeira - James Simão (Cultura em Letras Edições)

em sábado, 4 de maio de 2019


Poemas na Poeira, de James Simão, foi o primeiro livro publicado em 2019 pela Cultura em Letras Edições.  As lembranças são como poeiras que repousam lentamente pelos cantos e, às vezes, a poesia surge como por encanto das marcas deixadas.

Esse livro marca a estreia do autor no universo literário.  A poesia surgiu de forma espontânea em sua vida, despertando sentimentos e impondo seu espaço.   Assim, suas palavras ganharam forma e acabaram estampadas nas páginas desse livro.

Azulejos

Nosso amor se transformou
em flores pintadas em azulejos.
Retratam a beleza
mas não tem vida.

A magia das palavras é soberana na poesia.   Enquanto alguns autores utilizam  rimas e métricas sofisticadas, outros se destacam pela  simplicidade, mas que não diminui em nada a beleza  e o encanto de seus versos.   James Simão, em Poemas na Poeira, se encaixa no segundo caso.  Os poemas fluem com naturalidade, aparentemente singelos, mas carregam a intensidade dos momentos vividos e  a grandiosidade de sua alma.

Só silêncio

Vai chegar o dia
que meus pensamentos não serão para você.
Não será mais vendaval,
será apenas uma brisa que passou sem deixar lembrança,
Só silêncio...

Sua poesia é urgente, breve.   Os poemas são curtos, mas intensos.  As lembranças dos amores que se foram e dos amigos que ficaram para trás.  Passeando por sentimentos que se alternam entre alegrias e tristezas, o poeta nos mostra seus caminhos, onde a esperança renasce em novos horizontes.


(...) De tanto engolir o choro,
afoguei o coração.
(Trecho de Perdão - p. 09)


Ainda que seus poemas, entre outros temas, tratem de solidão, mágoas e tristezas, James Simão consegue amenizar essa atmosfera inserindo um toque de humor, que se apresenta de forma espontânea e deliciosa.  Seu olhar atento não deixa escapar a situação política vivida pelo nosso país.
  
Políticos

Só as putas são felizes na vida...
E os filhos dela também.


Poemas na Poeira carrega o peso das perdas e a dor da ausência em sua vida.  O tempo que passa veloz, enchendo de lacunas uma existência que não consegue preencher totalmente seus vazios.  A poeira que encobre os móveis da sala, simbolizando o abandono, é a mesma que possibilita a poesia de surgir, em momentos de solidão,  através das palavras rabiscadas com as pontas dos dedos.


O que esconde seus olhos
e que a boca não quer contar?
O que se passa na alma que machuca o coração,
que dá um nó na garganta
e inunda os olhos de lágrimas?
Um amor?
Uma dor?
 Uma mágoa?


James também fala de perdão e da grandiosidade do amor.  Há uma angústia presente nos versos, mas a esperança se sobressai.  A felicidade se torna urgente.  Existe uma rebeldia sadia e inteligente em suas palavras.  A vida está em constante movimento e a poesia ressurge a cada curva que fazemos. 

Sabedoria
A idade me trouxe sabedoria
que me permite dizer verdades,
prefiro usá-la
com cautela,
educação,
e respeito.
FODA-SE.


Em suas 156 páginas se estampam 148 poemas.  O livro é dividido em duas partes:  Aperitivos e Poemas na Poeira.  As folhas são brancas e a diagramação deu destaque para os títulos, um carinho a mais para o leitor.  Na primeira orelha James Simão reservou um espaço para que o leitor deixe a emoção fluir e escreva também sua poesia.  Boa leitura!


Preguiça

Ando com preguiça.
Aliás nem ando.
Fico parado mesmo.


Poemas na Poeira
Autor :  James Simão
  https://www.skoob.com.br/livro/877210ED883179
Cultura em Letras Edições
Edição : 1ª (2018)
Páginas : 156
Dimensões :  14x21
ISBN : 978-85-68209-12-7



http://www.culturaemletrasedicoes.com.br

 https://www.instagram.com/culturaemletrasedicoes/https://www.facebook.com/culturaemletras https://twitter.com/CulturaemLetras

  https://www.skoob.com.br/usuario/2039572-cultura-em-letras-edicoes


Onde Comprar:

http://www.culturaemletrasedicoes.com.br/livros-cultura-em-letras/a-era-dos-mortos-vivos/


  
 Sobre o Autor:


 
James Simão é natural de Juiz de Fora, MG, e veio para o Rio de Janeiro em 1986 em busca de uma carreira.  Profissionalizou-se como ator e administrador, atualmente atuando nas duas áreas.  Começou a escrever sem pretensões literárias seus pensamentos que jorravam sem rumo e incentivado resolveu publicar seus pensamentos e sentimentos em forma de poemas.




* Livro gentilmente cedido pela Cultura em Letras Edições

12 comentários:

  1. oi!
    Eu amo poesias :D adorei sua dica, é muito bom ver que ainda existem poetas.Vou acompanhar o trabalho do James Simão..

    ResponderExcluir
  2. Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Sou mais de prosas e não gosto quando se expressão com nomes feios, aliás nem uso.
    Mesmo assim parecem bons.
    Beijokitaz




    www.devaneiosdemissl.com

    ResponderExcluir
  3. É um livro maravilhoso, gosto muito de poemas, o poema leva a gente a viajar pelas palavras, o autor James Simão leva o leitor a uma viagem pelos poemas, o livro com certeza vai fazer o leitor se emocionar, abraços.

    ResponderExcluir
  4. Nossa gostei bastante, confesso que estou meia afastada da leitura mais mesmo assim ainda sou apaixonada por poesia

    ResponderExcluir
  5. Olá , faz um tempo que não leio um livro de poemas. O autor James Simão já estreia com essa bela obra . Gostei da maneira que ele descreve os políticos kkk "Só as putas são felizes na vida...
    E os filhos dela também."

    ResponderExcluir
  6. Apesar de estar em falta com minhas leituras,adoro poesias. Na época da adolescência criava muitos, pena não ter guardado pra mostrar para as pessoas hoje em dia.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia o autor e nem o livro, confesso que não sou muito de ler livros de poesias, mas acho muito lindas ler algumas de vez em quando, gostei de conhecer o trabalho e desejo que mais pessoas tenha oportunidade de conferir!

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Que livro maravilhoso, adoro poesias e o estilo do autor me agradou. Mesmo sendo simples seus poemas são recheados de intensidade. Gostei muito desse

    "Nosso amor se transformou
    em flores pintadas em azulejos.
    Retratam a beleza
    mas não tem vida."

    Tanta coisa foi dita em poucas linhas, conseguiu transmitir muita emoção, adorei 💜

    ResponderExcluir
  9. A capa super sugestiva e de acordo com o título Poemas na poeira. Amei que o autor deix um espaço para colocarmos um poema tbm. que carinho né? amei!

    ResponderExcluir
  10. Dizem que os livros de poemas de amor são algumas das obras mais duradouras da literatura no mundo. Adoro ler os livros românticos de poemas e cartas de amor. De alguma forma, um poema pode expressar um coração partido ou amor desabrochando melhor do que poderíamos ter. Parabéns ao autor James Simon, desejo-lhe sucesso, a capa está linda!

    ResponderExcluir
  11. Gente que livro lindo, e olha que não sou muito chegada em livros de poesias, mas as desse livro são muito bonitas e divertidas. Esse poema da preguiça me define toda rsrs. A capa do livro também é muito linda. Adorei a ideia desse espaço para o leitor criar a própria poesia. Muito lindo.
    Mil beijos.

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.

Topo