slide-slick

Resenha: Do Inferno - Dylan Ricardo (Cultura em Letras Edições)

em terça-feira, 11 de dezembro de 2018


Do Inferno, de Dylan Ricardo foi publicado em 2017 pela Cultura em Letras Edições.   Em seu livro de estreia, inebriado pela solidão e acalentado pela noite fria, o autor debruça sobre dores, perdas e desilusões percorrendo o inferno de seus sentimentos.

Nas letras entrelaça cada impossível paixão
que em dores perdurarão até o suspiro derradeiro.
(Trecho de Mal do Século - p.10)

O autor tem forte influência gótica e ultrarromântica.  Enquanto outros poetas cantam seus amores e utopias, Dylan se debruça sobre o caos de sua existência.  Transformar suas dores em poesia não é remédio ou redenção para sua vivência, pelo contrário, é quase um ato de punição a cada frase que sussurra.  Suas angústias e desassossego simplesmente fluem em suas rimas, escorrendo como sangue de suas veias.

E à noite... ah, à noite!  É quando acorda o monstro.
Sedento pela chaga da dor que inspira (...)
(Trecho de Mal do Século - p.10)

 Clique na foto para ler

Dylan Ricardo percorre estradas e vielas escuras, de onde ressoam lamentos e devoções.  Movido pelas inquietações que lhe apontam caminhos incertos e perigosos, ele trilha um labirinto arriscado que a seus olhos se torna sedutor e desejável.  Solidão, lembranças, noite, morte, pessimismo, melancolia e tristeza são somente alguns temas recorrentes em suas poesias.

Minha carcaça é uma velha casa
cuja fachada inóspita
sorri em pichações, lodo e tijolos rachados.
Onde no alto do muro,
cacos de vidro pontiagudos
empalam frutos podres,
e folhas empalidecidas contrastam
com a anemia dos portões enferrujados.
(Trecho de Carcaça 2 - p.13)

O passado surge como lembranças doloridas que devoram qualquer sinal de alegria e redenção.  As sombras ocupam cada cômodo ensolarado, enchendo de penumbras o vazio de sua própria existência.  A dor constante, resultante das perdas, jamais serão amenizadas, pois o autor alimenta suas agruras com as palavras que o consomem.

Em minha cabeça há uma torneira que pinga a noite inteira.
Cada gota é a conta de um colar que não termina.
Como um terço que se reza numa cadeira.
Cujo rosário se estende de esquina a esquina.
(Trecho de Carneiros Afogados - p.20)

O próprio homem é culpado por seus dissabores, mas, ainda assim, mantém o  desenfreado desejo de controlar seu destino, enquanto seus sonhos vão se esvaindo como areia que desce pela ampulheta.  Da vida, não se espera mais do que o sofrimento que inebria seu espírito.

Se pelo menos na insônia eu estivesse desacompanhado...
Mas ela também torna insone o passado.
Que surge como um amigo no corredor de desembarque
de um aeroporto em escombros.
Com um sorriso e de braços abertos,
ele volta com todas as histórias
que pesam como carga de chumbo nos ombros.
(Trecho de Carga - p.25)


O caos lhe tira o sossego, e os sonhos se fazem traiçoeiros como a noite.  Assim como um náufrago solitário, esquece  a beleza que o cerca, já quase sem vida, ansiando pelo último suspiro.   Talvez um dia possa ver as cores de um novo amanhecer, ou ,talvez, seja tarde demais para novos cenários.

Clique na foto para ler

Eu conto as moedas dos dias, uma a uma,
colhidas da bolsa negra dos momentos,
que tilintam geladas em minhas mãos cansadas
e caem espalhadas pelos pensamentos.
(Trecho de Despertar - p.26)

As folhas são brancas e o projeto gráfico bem elaborado.  Com 114 páginas e 100 poesias, Dylan Ricardo oferece mais do que suas dores e aflições.  O autor tem um olhar apurado de sua própria realidade, percorrendo o inferno que o cerca.   O poeta faz seu próprio julgamento, condenando-o ao cárcere sob noites frias e solitárias.  A vida transcorre com seus lamentos, ansiando o momento derradeiro.  Cada instante torturante o leva para o bálsamo inevitável, que a cada dia se torna mais próximo e desejado.

Vejo sorrisos descartáveis e enlatados
vendidos como quadros autênticos.
Faces esculpidas pela falsidade.  Caras diferentes, mas hipócritas
idênticos.
(Trecho de Liserticamente Enlutado - p.36)


 Confira AQUI a entrevista exclusiva feita pelo blog Atraentemente com o autor Dylan Ricardo

Conheça AQUI todas as obras do autor.



ATENÇÃO!

Aproveite o Saldão de Fim de Ano da Cultura em Letras Edições. 

A Cultura em Letras Edições tem o prazer de comunicar a todos seu saldão de natal 2018! Livros a R$ 10 e R$ 15! E você ainda ganha brindes, marcadores e frete grátis para todo o Brasil! Tudo em conforto e segurança no cartão ou boleto pelo Pagseguro, sua compra garantida! Acesse o site e não fique de fora!



Do Inferno
Dylan Ricardo
Cultura em Letras Edições
114 páginas
1ª Edição (2017)
Dimensão:  14x21cm
ISBN 978-85-682-0911-0
 

http://www.culturaemletrasedicoes.com.br

 https://www.instagram.com/culturaemletrasedicoes/https://www.facebook.com/culturaemletras https://twitter.com/CulturaemLetras

  https://www.skoob.com.br/usuario/2039572-cultura-em-letras-edicoes


 
Sobre o Autor

Confiram o site do autor:


Dylan Ricardo - Escritor e poeta, é autor das obras Mil Poemas e um Suicídio (este com cem sonetos e um conto), Contos noturnos e No Porão da Decadência (o primeiro com dez contos de horror e o segundo com poemas. Ambos, ainda nas mãos da Editora), Nas Brumas do Desalento (prestes a ser lançado), No Zênite da Insanidade, Asas de Pedra, Do Inferno e Estado Terminal (já lançados) todos com poemas de inspiração gótica e ultrarromântica nos quais descreve liricamente trajetórias existenciais abarrotadas de desânimo, decepções e sonhos destruídos. Trazendo reflexões ao leitor sobre a sua própria existência, seus desejos e atos praticados. Muitos desses poemas tornaram-se crônicas do cotidiano de uma personalidade insatisfeita, realista e questionadora, por se referirem a assuntos voltados ao relacionamento humano, às lembranças e à efemeridade da vida.


Contatos do Autor

https://www.instagram.com/_dylanricardo_/https://www.facebook.com/dylan.ricardohttps://twitter.com/DylanRicardohttps://twitter.com/DylanRicardo

https://www.skoob.com.br/autor/20713-dylan-ricardo



20 comentários:

  1. Olá Evandro!
    Gostei muito da força da escrita do autor... suas poesias são aquilo que sentimos em diversos dias... adorei o post!
    Grande abraço
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberta. Conheci o trabalho do Dylan a pouco tempo, mas com certeza é um dos trabalhos mais fortes que tenho lido ultimamente.

      Excluir
  2. Achei bastante interessante que o autor Dylan Ricardo transforma as suas dores em poesias, as inquietações, solidão, lembranças, tristezas tudo em poesia, o livro nos traz reflexões sobre esses temas que vai mexer muito com o leitor, ótima a indicação de livro abraços.

    ResponderExcluir
  3. Um livro bem sentimental, cheio de profundidade né? Eu acredito seriamente que é uma leitura que mexe com a alma dos leitores. Gostei de sua dica de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro forte e que abrange de forma intensa os sentimentos e o posicionamento do autor perante ele.

      Excluir
  4. Que incrível! Do Inferno, já é um título super interessante pra mim, lendo sua resenha gostei mais ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem curte o gênero e o estilo do autor, é imperdível!

      Excluir
  5. Uau, parece ser um ótimo livro!
    Sua resenha me deixou bastante empolgada para ler.
    Gosto muito de livros com poesia, acho extremamente profundos.
    Gostei muito do seu post, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, que bom que gostou. Para quem curte poesia e quer algo mais forte e profundo, saindo do que comumente vemos, é uma dica interessante.

      Excluir
  6. Que leitura intensa! Os amores sofridos, os dias de melancolia, geralmente rendem poesias muito profundas, que tocam a alma. Pela sua resenha percebi que o autor é muito talentoso e o livro imperdível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor é muito detalhista e cada ponto em suas poesias está perfeitamente em sintonia com seus sentimentos.

      Excluir
  7. Conheci o autor a pouco tempo e estou interessado em suas obras, esse livro não conhecia, mas anotei na minha lista, pois pelo pouco que li delas aqui nas fotos, notei que são inspiradoras e reflexivas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o primeiro livro do autor. Para quem gosta do estilo gótico e ultrarromântico é imperdível.

      Excluir
  8. Olá, tudo bem meu caro?

    "Do inferno" é um livro intenso, profundo e repleto de sentimentos/emoções. Eu gostei muito da sua resenha e impressões, bem como o fato de você ter colocado citações.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelas citações dá pra ter uma ideia do que encontrar. É mesmo um livro bem profundo.

      Excluir
  9. A forma sombria é muito clara em seu texto que o autor escreve me cativou profundamente. Além dos livros poéticos, sempre ouvi dizer que ler livros poéticos para acalmar a alma é bem verdade. Dylan Ricardo, ele tem obras maravilhosas, mas quando o assunto é poesia, torna-se um diálogo incessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor não esconde seu lado sombrio e as perturbações de seu espírito diante de uma realidade perturbadora. É mesmo um diálogo incessante.

      Excluir
  10. Realmente, tens um blog bastante atraente! Parabéns pelo espaço, você conseguiu reunir beleza e conteúdo!!! Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações! Já estou seguindo você:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Claudia. Fico imensamente feliz com suas palavras. Seja sempre bem-vinda por aqui.

      Excluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.

Topo