slide-slick

Resenha: Passagem para a Escuridão (#1) - Danilo Sarcinelli (Jambô)

em terça-feira, 8 de outubro de 2019

 Você é diferente, jovem príncipe....

Passagem para a Escuridão, o primeiro livro de Danilo Sarcinelli, foi relançado pelo selo Odisseias da Jambô Editora.  Um enredo de fantasia medieval que explora a linha tênue que existe entre o bem e o mal.

A coroa existe pelo povo e para o povo.

O Rei Augusto Dante sempre foi justo e respeitado pelo povo de Tibéria, enfrentando com dignidade todas as adversidades que apareciam.    Quando sua filha, a Princesa Flávia, já viúva, faleceu repentinamente, acabou deixando o filho aos cuidados do avô.  O pequeno Lúcio cresceu e se tornou uma grande alegria.   Porém, outro acontecimento abalou de forma violenta o Rei Augusto e sua esposa Lívia.   Há 10 anos acabou enviando seu filho César para o exílio depois de um grave incidente que gerou inúmeros conflitos em seu reino.   

Não há como escapar da verdade.

Agora, o jovem Lúcio Dante estava próximo de completar 18 anos.  O Rei sonhava que um  dia seu adorado neto pudesse assumir o seu lugar no comando do Reino de Tibéria.  O grande problema era que o Príncipe César, filho do rei, que por direito deveria ser o primeiro na linha de sucessão ao trono, estava prestes a voltar depois de 10 anos no exílio.   Muitos detalhes permeiam o que seria apenas o início de um grande enredo criado por Sarcinelli.

Ninguém esquece as lições aprendidas na dor.

Para começar, embora Lúcio tivesse absolutamente tudo para ser feliz, não desejava o império.  Ele era um garoto inteligente, forte, ágil e destemido.  Ainda muito jovem, acabou se apaixonando por Pandora, uma serviçal do castelo, que jamais seria aceita pela realeza.  De alguma forma a amizade da infância havia se transformado em amor em algum momento.  Pandora tinha uma beleza sem igual, e a liberdade que a guiava, fascinava o jovem príncipe.

As pessoas nunca são o que parecem ser.

O passado guardava muitos segredos sobre a vida de Lúcio.  O príncipe era atormentado por terríveis pesadelos que poderiam mudar toda sua existência e, também, o destino de todo o reino.   O Príncipe César estava obstinado em provar as convicções que o levaram ao exílio,  e não mediria esforços para isso.  Ao leitor caberá escolher um lado, descobrir quem são os heróis ou vilões, mas adianto que não será uma tarefa fácil.

Sou tão real quanto deseja que eu seja.

Passagem para a Escuridão, o título do livro, e a própria capa, que estampa ao fundo a figura assustadora de Arkmal, representa o lado mais sombrio e obscuro do enredo.  Velhas histórias, consideradas apenas lendas, se mostram reais e possíveis.   Alguns rituais secretos poderiam abrir uma passagem para um mundo sombrio, libertando o mal que se espalharia sobre a terra.  Nesse primeiro livro, o autor nos dá a direção do que poderá acontecer no próximo volume, sendo praticamente a introdução de uma trama que será  explorada. 

Impérios são forjados com guerras.
 

Diante de um número bem extenso de personagens, algumas se destacaram para mim.  Entre elas as jovens Diana e Lis parecem ter papel importante para o futuro do enredo.  Ainda não entrei em sintonia com o jovem príncipe, mas acredito que haverá um amadurecimento no próximo livro.  Outros personagens são interessantes, como o inspetor Diocleciano, da Patrulha do Castelo, responsável por investigar alguns acontecimentos.

A sede de poder e ambição são venenos para a alma.

O livro contém mapas e também as Árvores Genealógicas das principais famílias do enredo, o que foi muito útil diante do grande número de personagens.  A trama foi dividida em 3 partes, contendo 11 capítulos cada uma.  Temos também prólogo e epílogo.  O desfecho fica em aberto para o próximo volume, que já estou ansioso para ler.  Espero em breve ter a oportunidade.
 
A consciência, meu filho, é como a luz.  Ninguém nota, no entanto, ela ilumina a tudo.

Com 288 páginas, Passagem para a Escuridão, tem folhas amareladas e letras confortáveis.   A narrativa é em 3ª pessoa e nos dá uma boa dimensão de todos os personagens.  Esse é o primeiro volume de uma duologia, e o último livro já foi publicado. Cabe ao leitor acompanhar a luta entre o bem e o mal no Reino de Tibéria.  As peças estão sendo posicionadas e cada um precisa mostrar sua própria essência para lutar nessa grande batalha que silenciosamente já está acontecendo.



Passagem para a Escuridão #1
Autor:  Danilo Sarcinelli
Editora Jambô (Odisseias)
Páginas:  288
Edição:  2ª (2018)
ISBN 978 858 365 101-7
 Onde Comprar:


https://jamboeditora.com.br/produto/caverna-do-ladrao/ 





https://www.instagram.com/jamboeditorahttps://www.facebook.com/jamboeditora/https://twitter.com/jamboeditorahttps://www.youtube.com/user/jamboeditora



Sobre o Autor:

https://www.facebook.com/danilo.sarcinellihttps://www.instagram.com/danilosarcinelli/

Danilo Sarcinelli formou-se em engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mas sempre teve a literatura ao seu lado. Primeiro foram os livros infanto-juvenis de Pedro Bandeira e a série de livros-jogo de RPG Aventuras Fantásticas, de Steve Jackson e Ian Livingstone. Evoluiu para os clássicos de Tolkien, Margaret Weis e R. A. Salvatore. Depois vieram as ficções histórias de James Clavell, Bernard Cornwell e Conn Iggulden, e também a fantasia sombria de George R. R. Martin. Há quinze anos escreve história inspirada nessas leituras e Passagem para a escuridão foi seu primeiro romance, agora relançado pelo selo Odisseias, da Jambô Editora.



* Livro recebido em parceria com a Jambô Editora.

19 comentários:

  1. oii me lembro de você em um blog antigo que tinha,vc sempre comentava em meus tutoriais para blogger, que saudade de ter um blog e que bom ver que você ainda tem o seu, eu perdio o meu mas era http://mundodalumila.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Às vezes sentimos vontade parar pela correria do dia a dia e pelo trabalho que dá manter o blog no ar, mas essas amizades que fazemos é algo tão importante que me faz permanecer por aqui firme. Faça ao menos uma postagem por mês e vai levando dentro do seu tempo. Eu continuo seguidor por lá. Obrigado pela visita.

      Excluir
  2. oi!
    Eu adorei o livro :D amo fantasia medieval cheia de intrigas e disputas pelo trono..

    ResponderExcluir
  3. Que resenha linda! Amo livros vom histórias assim. Só de ler seu texto já fiquei aqui imaginando as personagens... Anotei a dica e com certeza essa é uma leitura que farei! Valeu pela dica!!

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser bem interessante, o mundo medieval é muito rico em disputas o que torna a leitura muito agradável e empolgante.

    ResponderExcluir
  5. Ola Evandro!
    Que resenha! Amei! Passagem p a escuridao deve ser muito bom esse livro mostra a epoca medieval do poder de quer ser o rei e outro ser uma disputa entre duas pessoas e um dilema ao mesmo tempo um amor simples e singelo que com certeza nao vai ser vivido ou pode ser vivido tao intensamente mas por momentos nao assumido por conta da epoca. Amei. Vou procurar p comprar. Showww a resenha. Bjs e sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karina, realmente a luta pelo poder e os amores proibidos sempre nos prende na leitura. Que bom que curtiu a resenha. Obrigado pela visita.

      Excluir
  6. Sua resenha me foi surpreendente , um enredo medieval , confesso que nunca li essa temática. Fiquei muito curiosa , já quero ler.

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Eu super curto livros com ambientações medievais ou mesmo Grécia/Roma antiga. Particularmente já conhecia o livro do Danilo e gostei muito da leitura. Adorei a sua resenha, ficou super legal!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que já conhece o livro. Estou na expectativa de acompanhar o desfecho no segundo livro.

      Excluir
  8. Olá,

    Costumo gostar muito de histórias ambientadas nesse contexto e com essa pegada. Adoro livros que tem muitos personagens, pois gosto de ver como cada autor os faz se tornarem importantes. Adorei saber que o final deixa espaço para o próximo e que se preocuparam tanto com a edição, colocando mapas, por exemplo, que sempre acrescentam muito a narrativa. Arrasou na resenha, me deixou querendo mais!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto muito de mapas nos livros. Obrigado pela visita, Alice.

      Excluir
  9. Oi,tudo bem ?

    Nossa, não conhecia a obra mas gostei bastante da proposta, além de gostar do gênero. A obra está bem trabalhada, com mapas, arvores genealógicas e um enredo atrativo. Com toda certeza é uma ótima indicação .

    ResponderExcluir
  10. Creio que é uma excelente leitura, já gostei do que li, a indicação muito boa. Grata por compartilhar.
    abraços!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.

Topo