slide-slick

Resenha: Carne Viva - Carla Torrini (Cultura em Letras Edições)

em terça-feira, 6 de novembro de 2018

Temo não saber quem sou...
(Trecho de Labirintos da carne - p.13)


Carne Viva, de Carla Torrini foi publicado em 2017 pela Cultura em Letras Edições.   A poesia se apresenta de forma intensa e marcante, revelando a essência e a urgência das paixões.  Esse é o segundo livro da autora, onde transita por sentimentos arrebatadores, mostrando os prazeres e dores de uma entrega total.  Uma paixão que embriaga, entorpecendo os sentidos e ultrapassando os limites possíveis.

As palavras me sufocam...
(Trecho de Labirintos da carne - p.14)


Cada escolha percorre um caminho e é impossível saber onde nos levará.  Dilaceramos nossas vidas quando nos entregamos sem pudor às paixões e expectativas sem nenhuma garantia.  Em meio a um turbilhão de sentimentos, a poesia sempre renasce mostrando sua força.  Quantas vezes nos sentimos perdidos em pensamentos, lembranças e ilusões, sem nenhuma certeza.  Talvez simples instantes sejam o bálsamo que compense as angústias possíveis quando, em carne viva, chegamos ao fim.  E só por este instante, ao ver um céu azul e límpido, já vale a pena estar viva...  Apesar de toda angústia, de toda dor, de todo o sofrimento... (p.13).  Viver intensamente é transformar-se em poesia!

E viver dói!  Dói demais!
(Trecho de Que não me venham... - p.21)


O texto é urgente e  deságua num sopro ordenado pela paixão.  As palavras, praticamente sem pausa, mostram a necessidade de libertar-se, expondo suas dores e angústias.   O ritmo eloquente é como um grito que não se prendeu na garganta.  Das entranhas surgem anseios, desejos e delícias, nem sempre possíveis.  Ler Carla Torrini é apaixonar-se com ela.

O que sou talvez não tenha nome, 
não tenha forma, não tenha sentido....
(Trecho de Labirintos da carne - p.13)


Carla Torrini vive intensamente cada instante, se entregando inteiramente aos sentimentos a cada momento.  Facilmente o leitor se identificará em cada poesia, em cada transgressão.  Quem nunca viveu dias entorpecidos pela felicidade suprema de um amor idealizado, ou sofreu com a insanidade de ventos tortuosos de uma paixão?

As verdades são como castelos de areia...
(Trecho de Não me digam - p.31)

Nada é tão assustador quanto a paixão, nos mostra Carla Torrini em uma de suas poesias.  Ela nos faz rasgar o peito e sangrar o coração.  Se apaixonar é sentir correr nas veias o desejo incontrolável de sentir-se correspondido, é extasiar-se com a dor e angústia de desejar o que nem sempre se tem.


É preciso estar a postos para acompanhar a tempestade 
e não se quedar nos ventos...
(Trecho de Que não me venham... - p.21)

Através de seus versos,  percebemos as várias faces que se escondem atrás das cortinas da paixão.  Algumas vezes sensível, tantas outras vulgar, apaixonada, sedutora.  Aquela carente, obcecada, assustada, determinada.  Há sempre uma entrega.  Carla Torrini se  despe das máscaras em total entrega, expondo seus sentimentos em palavras e versos.

(...) a verdade não passa meramente de um conceito, e que o certo e o errado dependem de cada um de nós (...)
(Trecho de Que não me venham... - p.24)


Em suas 110 páginas encontramos 61 poesias.  Algumas são em formas de textos, que permitem uma exploração maior de cada sentimento.  As folhas são brancas e a fonte confortável.   A autora tem um canal no Youtube onde declama suas poesias.  Confira aqui.  É imperdível! 

Vidas que se cruzam e sentimentos que se comungam em um instante qualquer, como um empurrão dado sem querer...
(Trecho de Chegadas e partidas - p.28)





Assista Carla Torrini declamando a poesia Escatologia, do livro Carne Viva.
 Confira outras poesias no Youtuber da autora.



Carne Viva
Autora:  Carla Torrini
https://www.skoob.com.br/carne-viva-687420ed690088.htmlCultura em Letras Edições
110 páginas
1ª Edição - 2017
Dimensão:  14x21cm
ISBN 978-85-68209-13-4



http://www.culturaemletrasedicoes.com.br

 https://www.instagram.com/culturaemletrasedicoes/https://www.facebook.com/culturaemletras https://twitter.com/CulturaemLetras

  https://www.skoob.com.br/usuario/2039572-cultura-em-letras-edicoes


Onde Comprar:

http://www.culturaemletrasedicoes.com.br/livros-cultura-em-letras/a-era-dos-mortos-vivos/


  
Sobre a Autora:

https://www.facebook.com/culturaemletras   https://www.youtube.com/watch?v=sS4WOGH-w8A&list=UUyu1-46W22rYaEUJRM6sN2Qhttps://www.facebook.com/culturaemletras




"Não sou poeta da correção e nem da poesia correta.  Não sigo regras nem políticas que se denominem absolutas.  O meu grito é o coração, é a veia que arrebenta, é a paixão que explode, é a alma que se dá.  Desculpem os falastrões das normas enquadradas do social estipulado pela ditadura da normalidade e do discurso da perfeição.  Sou poeta, sou vida, sou falha, sou erro, sou profana, santa, andrógina, escatológica.  Simplesmente sou!"
(contracapa do livro Carne Viva)







* Livro gentilmente cedido pela Cultura em Letras Edições

27 comentários:

  1. Preciso desse livro urgente, pra ontem!!! Estou muito curioso e agora desejo ler a obra na sua íntegra. Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  2. Poesias sempre me conquistaram de uma forma especial, nelas aquecemos nossas almas, conversamos com o autor e nos alimentamos de sonhos. Tenho certeza de que esse livro seja maravilhoso, vou adquirir!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A poesia consegue de alguma forma entrar em sintonia direta com nossos sentimentos.

      Excluir
  3. Que livro incrível! Amo poesia! Já quero pra mim!

    ResponderExcluir
  4. Um livro realmente recheado de poesia. E como amo poesia.Carla Torrini é muito top! Sua escrita e declamação são marcantes!

    ResponderExcluir
  5. Que livro fascinante! Ao ler cada trecho fiquei curiosa para conhecer todas as poesias. Me apaixonei por esta frase "Viver intensamente é transformar-se em poesia!"
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo uma frase muito bonita. Que bom se todos nós tivéssemos um pouco de poesia dentro nós.

      Excluir
  6. Eu amo poesia ... Quando eu era criança eu gostava de inventar palavras poéticas. Mais do que apenas poemas de amor, este livro também apresenta citações de amor e contos sobre o amor, é apenas os homens românticos têm na cabeceira da cama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A poesia renova nossos sentimentos. Abre as portas para um universo de oportunidades e sentimentos.

      Excluir
  7. Oi Evandro, tudo bem?
    Nossa, seu texto está tão forte quanto as poesias da autora parecem ser. Teve um trecho que me tocou em especial, quando ela diz que viver dói. Às vezes os problemas nos deixam ão fracos que é difícil seguir sem medo. Mas precisamos ter fé e continuar. Adorei sua resenha!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cila. Ao ler a poesia da Carla percebemos a entrega total que ela faz ao escrever.

      Excluir
  8. Oiiiii,
    eu iria adorar ler um livro assim recheado de poesia, diariamente já leio muita poesia, imagina tendo um livro desses?

    ResponderExcluir
  9. Oi Evandro,
    A paixão e o amor são capazes de nos desestabilizar mesmo. Mas são esses os momentos que inspiram os poetas e as melhores poesias. Esse livro parece ser bem intenso. Parabéns pela resenha.
    Bjs.
    Pri.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Pri. Eu gosto demais dessa intensidade das poesias.

      Excluir
  10. Parece um livro maravilhoso. É muito bom quando poemas trazêm para fora as dores e as verdades que teimam em se esconder dentro de nós.

    ResponderExcluir
  11. Adorei sua resenha. Lindo livro, são palavras lindas, ainda mais falando de paixão, adorei mesmo, bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Que resenha bem feita, adorei os quotes que você utilizou para mostrar mais da obra. Amo uma boa poesia e essa parece ser muito boa.

    Abraços, Leonardo.
    http://oporaoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Eu adoro poesias! Eu não conhecia o livro nem a autora e quando vi o título e a capa eu não imaginava se tratar de uma obra de poesias. Simplesmente adorei a dica, parece ser uma leitura que vai me agradar e espero poder conferir em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tive a mesma impressão ao ver a capa pela primeira vez. Imaginei algo totalmente, mas representa a intensidade das feridas que os sentimentos nos trazem.

      Excluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.

Topo