slide-slick

terça-feira, 20 de junho de 2017

Resenha: Perfeitos - Scott Westerfeld (Galera Record)

O que acontece quando ser perfeito não basta?


Perfeitos é o segundo volume da série Feios, escrito por Scott Westerfeld, publicado pela Galera Record.   Composta por 4 livros  (Feios - Perfeitos - Especiais - Extras), a  saga que mistura aventura, romance, ficção e outros ingredientes, mostra porque se tornou best-seller do New York Times. (Confiram AQUI a resenha do primeiro livro).  Ganhei a coleção completa no ig @_aestantemagica e aproveito para agradecer mais uma vez à Dora, que faz um trabalho maravilhoso por lá. 
Naturalmente, depois que você alcança um objetivo, 
as coisas nunca são como o imaginado.

Não se preocupem, evitei até os spoilers da sinopse.  Quem já leu o primeiro livro da distopia, que se passa em um futuro distante, ou mesmo acompanhou a resenha aqui no blog, sabe que em Vila Feia viviam todos os jovens até completarem 16 anos, quando então passavam por uma cirurgia que seguia um padrão de beleza estudado e considerado Perfeito, mudando completamente a aparência e rotina de quem passava por ela.  Diante do primeiro volume, sabemos também que, embora esse fosse o sonho da grande maioria, alguns não queriam seguir um padrão e perder as características próprias, indo contra as regras impostas.  Os Esfumaçados eram pessoas contrárias a essa ditadura da beleza e viviam em acampamentos e eram perseguidos pelos Especiais, seres tão perfeitamente intrigantes e cruéis, integrantes do Departamento Especial que muitos nem acreditavam que existia.

Ela tinha a impressão de que o teste nunca chegaria ao fim, de que cada resposta só os levava ao nível seguinte de charadas, como um videogame idiota.

Se no primeiro volume conhecemos a jovem Tally YoungBlood  um pouco imatura e  rodeada de seus sonhos perfeitos, agora encontramos a personagem bem mais amadurecida diante de tudo que viveu desde o início de nossa aventura.  Shay também tem parte importante nessa continuação, e podemos conhecer um pouquinho mais de Peris, seu melhor amigo que quase não aparece no livro anterior.  De qualquer forma, aparece bem menos do que merecia.

Às vezes, tinha a impressão de que sua vida era uma sucessão de quedas, 
de alturas cada vez maiores.

Depois nos apresentar a Fumaça e como viviam seus habitantes, agora Scott Westerfeld mostra um pouco do que acontece em Nova Perfeição, onde tudo gira em torno de festas e brincadeiras.  Convenhamos que nada parece muito difícil, afinal se divertir em Nova Perfeição é a única lei.  Um lugar onde a tecnologia avançada proporciona um mundo simplesmente deslumbrante  e encantador.  Somos apresentados a um estilo de vida que assusta, onde mais uma vez o autor nos leva a refletir sobre o modismo e exageros estéticos para seguir um padrão imposto pelas indústrias.  Jovens que se tornam reféns de procedimentos cirúrgicos para acompanhar as novas tendências e, assim, manter uma imagem de destaque diante de grupos onde disputam a atenção.

A humanidade é um câncer, e nós somos a cura.

O livro é narrado em terceira pessoa e, na minha opinião, é um pouco mais ágil que o anterior.  Novos personagens surgem, enquanto outros aguardam o momento certo de ressurgir, para aflição dos leitores ansiosos por saber o que aconteceu depois da última página de Feios.   Zane é uma das figuras que aparecem nesse novo livro e entre dúvidas e receios, logo conquistou minha simpatia.  Ele é o líder dos Crims, um grupo famoso pelas ousadias de suas ações e por manter seu pessoal sempre "borbulhante".   Quer saber o significa essa palavrinha, terá que ler a história. (heheh)  Aliás, confesso que cheguei a cansar de ler essa palavra cada vez que aparecia em um determinado momento.


(...) algumas coisas simplesmente não podiam ser consertadas.

Resumindo, em Perfeitos, Tally terá que decidir acreditar ou não em um bilhete e encontrar uma resposta, enfrentando perigos e desafios em uma nova aventura, fazendo novos amigos e descobrindo novos amores.  Estou ansioso para começar o terceiro livro, Especiais, e saber tudo o que o autor reservou para nossos adoráveis personagens.  Até a próxima!

(...) o ser humano sempre acabava redescobrindo a guerra (...)

No fim de 2014, para comemorar 6 anos da publicação do primeiro volume no Brasil, a Galera Record anunciou o lançamento de novas capas, que unidas mostram os cenário do enredo.  Ficaram simplesmente perfeitas. (Fonte Blog da Editora)

 

http://www.record.com.br/grupoeditorial_editora.asp?id_editora=11Perfeitos (Livro 2) - #Série Feios
Autor :  Scott Westerfeld
Tradução:  Rodrigo Chia 
Editora:  Galera Record
7 edição (2014)
Páginas :  384
ISBN: 978-85-01-08371-5



6 comentários:

  1. Oieee que bacana vc ter ganhado a coleção inteira! Eu não conhecia a série, mas achei a capa os títulos bem bacanas. Interessante tb o segundo ser mais ágil, geralmente eles sempre caem na maldição do segundo livro hehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Evandro.
    Não conhecia essa série mas fiquei admirada com a resenha e com a crítica aos padrões de beleza impostos pela sociedade. Eu não curto distopias, dificilmente as leio, mas gostei dessa premissa. Ainda assim, não sei bem se leria.
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Evandro!
    Sempre tive vontade de conferir essa distopia, que de alguma forma cria uma sociedade diferenciada.
    Fiquei bem interessada em ler.
    Boas festas juninas!!!!
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho muita vontade de ler essa série. Parece ser sensacional.
    Eles lançaram com essas capas novas? Eu nunca vi rolando por aí.
    Mas prefiro a original, mesmo não curtindo muito capas com rosto de pessoas.

    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anne. Obrigado pela visita. Lançaram sim, você já encontra para comprar com as novas capas.

      Excluir
  5. OOi!
    Nossa! Eu tinha muuiita vontade de ler essa série, mas com o tempo, e o crescimento da lista de leitura, acabei os deixando de lado. Mas confesso que a vontade continua. Amoooo o gênero e acho a premissa da história demais! Espero lê-los um dia!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.