slide-slick

Resenha: Prana - Jacqueline Farid (Páginas Editora)

em segunda-feira, 28 de setembro de 2020

  (...) é como se uma viagem pudesse conter toda uma existência (...)

 


Prana, de Jacqueline Farid, foi publicado em 2020 pela Páginas Editora.   Uma carta enviada pelo pai marcaria o início de uma incrível viagem pela Índia; uma jornada recheada de belezas, conhecimentos, transformações e descobertas.


Prana sempre sentiu, principalmente durante a infância, o peso do nome escolhido pelo pai.  Filha bastarda de um homem de posses, comerciante de pedras preciosas, passou toda a vida na cidade de Ouro Preto, Minas Gerais.  Nunca lhe foi permitido chamá-lo de pai, e colheu ao longo da vida as migalhas que lhe sobravam,  como um emprego de vendedora de joias e pedras na loja da família, ao lado dos filhos legítimos. 

 

 Mesmo o que desaparece deixa vestígios.

 


Aos quarenta e poucos anos, Prana vivia acomodada com sua própria realidade.  Se por um lado o pai dizia que era ela a filha preferida, por outro vivia à sombra da família oficial, sempre relegada ao segundo plano. Agora, um acontecimento inesperado a levaria a romper as correntes imaginárias que a prendiam àquele lugar.


O sumiço repentino do pai, com sua aparente morte, chegou como um furacão na vida de Prana.  Uma misteriosa carta indicava o último local onde ele esteve antes de desaparecer.   A cidade era Varanasi, considerada a capital espiritual da Índia.  Que ligação o pai poderia ter com um país tão distante e tão diferente da cultura do Brasil?

 


A partir daí, Prana parte uma viagem em busca da verdade sobre o pai, mas acima de tudo irá trilhar um caminho de autoconhecimento cercada por novas pessoas, costumes, crenças e uma cultura totalmente diferente da sua.  Pela primeira vez sozinha,  ela enfrentará grandes desafios e novas sentimentos surgirão dessa jornada.

 

 (...) só os vivos podem ser encontrados, os mortos não deixam rastros (...)

 

Dois homens cruzarão seu caminho nessa viagem.  Ajay, um indiano que ela conheceu através das redes sociais, seu único ponto seguro nessa viagem rumo ao desconhecido; e Ricardo, o guia turístico, disposto a acompanhá-la em sua busca para descobrir as verdades sobre o pai. Obstinada em sua procura, Prana terá que lidar com seus conflitos e fazer novas escolhas que determinarão seu próprio renascimento e destino. 

 


Mesmo tendo uma trama bem definida, o enredo foi construído com foco nas cidades, costumes e pontos turísticos indianos, tudo isso aos olhos de Prana.   A autora optou por inserir os dramas pessoais da personagem ao longo desse percurso.  É muito legal conhecer em detalhes os lugares por onde Prana passou, e até ficamos curiosos para buscar mais informações sobre cerimônias, cidades e templos, mas as relações pessoais da personagem poderiam ser mais aprofundadas, afinal havia elementos para isso.   

 


Há momentos em que a fé se torna o único fio de vínculo com a vida.

 


Entre os destaques do livro está a passagem de Prana pelo Ashram, localizado em Rishinkesh, famoso por receber os Beatles no ano de 1968.   O crematório na cidade de Varanasi, às margens do rio Ganges, com enormes fogueiras que transformam seus mortos em cinzas, mais tarde jogadas no rio, também se mostra grandioso e assustador.  Essa é a cidade onde muitos escolhem para morrer.   Os temperos, as cores, o trânsito e os animais pelas ruas são bem explorados no contexto, nos dando uma a dimensão das diferenças culturais do país.


Com 178 páginas, folhas amareladas e 25 capítulos, Prana percorre lugares incríveis como Nova Delhi, Taj Mahal, Rishikesh, Varanasi, Agra e muitos outros.  Uma viagem em busca de respostas sobre o pai, que acabará lhe guiando por novos caminhos e descobertas sobre si mesma.  Religião, amor, família, sexo, coragem.  Ela jamais será igual depois dessa viagem.   Que tal embarcar também nessa aventura?

 



 


Prana
Autora : Jacqueline Farid
Páginas Editora
178 páginas
1ª Edição (2020)
Dimensão : 15x22cm
ISBN : 978-65-5079-015-8



https://www.youtube.com/channel/UCBoEPNh2Q97kT2N0-SbvYkwhttps://www.instagram.com/oasyscultural/https://www.facebook.com/oasyscultural/


Onde Comprar

E em outras lojas físicas e online.
 

 Sobre a Autora

 

Jacqueline Farid nasceu em Itabirito (MG), morou em Belo Horizonte por quase duas décadas e há 20 anos vive no Rio de Janeiro. Jornalista, já trabalhou em diversas publicações, como Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo e, atualmente, é assessora de comunicação. Como escritora, transforma experiências de viagem em narrativas que mesclam ficção e realidade. Além de Prana, lançado em março de 2020, publicou os livros No Reino das Girafas (Jaguatirica),  e Rio em Transe (Casa do Escritor, em parceria com Julio Bueno).


* Livro recebido gentilmente da Agência Literária Oasys Cultural.

Um comentário:

  1. Muito obrigada pela leitura e resenha, querido Evandro. Obrigada pelo excelente leitor que você é. Abração, vamos compartilhar em nossas redes.

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.

Topo