slide-slick

domingo, 8 de maio de 2016

Autor : Lucio Panza



Oie, galerinha!!!  Hoje vou apresentar a vocês a mais nova parceria do AtraenteMente.   Lucio Panza é um jovem carioca talentoso, apaixonado por poesia e fotografia, tendo diversas fotos publicadas em grandes veículos de comunicação.



Ele acaba de lançar seu primeiro livro de poemas "O tempo não existe: Catraio-tamborim no Morro-Aquarela", e brevemente terá a resenha  aqui no blog pra vocês conhecerem.  

É Professor de Ciências e Biologia das redes públicas de ensino estadual e municipal do Rio de Janeiro,  com diversos projetos em Educação.
 
Fã de arte urbana, filmes de super-heróis, quadrinhos e de coleções de carrinhos e bonecos antigos.  Faz meditação para o verdadeiro encontro com DEUS, acredita no poder curativo do amor e na Lei da Atração. 


Poeta contemporâneo que tem como referência e inspirações: Cartola, Carlos Drummond de Andrade, Clementina de Jesus, Clara Nunes, Marisa Monte, Lewis Carrol, Leminski, Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Renato Russo, Sebastião Salgado dentre tantos outros.

Conheça um pouquinho mais do autor, com essa entrevista exclusiva:


Quando se descobriu poeta? 

Escrevo desde a adolescência. Mas a forma de contemplar a vida e perceber a felicidade nos pequenos detalhes se deu na maturidade. Hoje sou poeta de verdade. Rs.

Alguém te influenciou direta ou indiretamente?

Não. É o tal do “dom”. Nasci com grande vontade e habilidade de me expressar através da escrita bem como através dos desenhos também. Com 10 anos de idade já possuía livrinhos feitos de modo caseiro e vendia desenhos artísticos nas ruas do meu bairro.
Indiretamente sempre temos professores que nos motivam e nos ajudam na nossa trajetória. A escola é uma chama viva para abrir nossos olhos para as oportunidades. Sou fã de muitos professores a qual tive o prazer que me dessem aula. Sou grato demais e hoje sou um deles.

Lembra da primeira poesia que escreveu?

Foi difícil...mas lembrei! Rs. Venci um concurso literário na antiga sétima série com 4 poesias. Uma delas era uma brincadeira com as palavras “Verbo ser do presente do indicativo”, as outras eu realmente esqueci e os manuscritos se perderam, infelizmente. Foram as primeiras.

Você se define em um só estilo?  

Escrevo crônicas, adoro observar o cotidiano das pessoas, também gosto muito de fantasias. Escrevo sobre políticas públicas também, afinal somos formadores de opinião. Mas minha paixão irrevogável são os poemas.

O que inspira sua arte, mais precisamente a poesia?

Muitas das minhas poesias surgem de experiências pessoais, sejam elas de sucesso ou não.  A inocência da criança, a disposição da moçada e as alvoradas sempre me inspiram.

Como é o ato da criação pra você? 

O processo criativo é ágil. Já escrevi no metrô, na praia e durante o pôr do sol sempre penso melhor. Sou apaixonado pela vida. Observo tudo a minha volta e chego em casa cheio de versos.

Você lida bem com o computador ou prefere a caneta e o papel?

Prefiro a caneta e o papel. Adoro canetas!

Quando a inspiração chega, dá pra esperar pra colocá-la no papel? 

Fico nervoso com isso....ao avistar um pedaço de papel escrevo na hora.

O que você espera com suas poesias:  provocar, divertir, emocionar, ou...? 

Como sempre digo: Os versos podem nos levar ao encontro com nós mesmos resultando diversas sensações. Podemos achar respostas ou adquirir mais dúvidas que permeiam nosso imaginário. Convido o leitor e o encorajo através da poesia embalada ao seus “barulhos” e suas melodias pessoais a contar também sua própria história.
  
Qual a importância da técnica para você?  Prefere versos livres ou formas fixas?  

Eu sou da área científica, sendo assim eu não posso dizer que tenho a técnica, mas tenho o amor em versos. Versos livres são muito interessantes. É encorajador e natural.
  
Qual o melhor ingrediente para o escritor:  realidade, amor, paixão, ódio, ciúme, inveja, vingança, ou outro? 

O melhor ingrediente é aquele que acontece no instante!

Sua poesia surge pronta ou ela é moldada aos poucos?

Algumas surgem prontas, outras são desenvolvidas em algumas semanas. Cabeça de poeta é indecifrável.

Escrever bem é uma tarefa conquistada com dedicação e sacrifício ou só inspiração?

Escrever bem sem um coração que clama, faz com que a inspiração, sem dúvida tenha um peso muito forte nos processos! Sempre há tempo para a saudade. A tradição é viva, posso ser marinheiro ou um catraio-tamborim que retorna a seu pavilhão depois de longas primaveras. Posso ser cavaleiro, deixar minhas pegadas na areia, estender a mão e apaixonado caminhar. Não gosto de associar a palavra sacrifício ao processo de escrever.
 
O que é mais difícil: a primeira ou a última frase?

A última.

Quais são os seus temas principais? Você escreve consciente deles ou simplesmente surgem? 

O amor e o trivial que deixa de ser coadjuvante e passa a ser o grande espetáculo das obras. Tenho um carinho muito grande por fantasias também. Muitos surgem por “insights”, alguns eu busco as cenas, outros escrevo bem direcionado.
 
Você acaba de escrever um poema novo, quem é o primeiro leitor?

Tenho um grupo que me acompanha e fica na expectativa de cada novidade. Compartilho logo com eles nas redes sociais ou pessoalmente.



Qual o papel da fotografia na sua vida?  Qual a relação entre a fotografia e a sua poesia?

Eu gosto de falar por imagens também. Existe uma conexão muito grande entre as duas artes. Uma contempla a outra. Ao fazer um registro fotográfico surgem versos e ao escrever surge a concepção de uma foto. As duas artes podem contemplar o belo ou expor as mazelas. Sem a fotografia não vivo mais.

Como professor, analise o papel do educador atualmente.

Em um panorama geral, o professor hoje leciona para um aluno que não quer ouvir, que é “abandonado” pela família e os valores importantes para a construção do caráter, mas é abraçado pelo mundo tecnológico e cibernético do qual a escola não está inserida. A batalha é grande. Falar para o jovem de hoje é uma tarefa extremamente difícil. A adolescência é um período conflituoso e perturbador para todas as pessoas. Entrar nesse mundo particular é uma invasão. Para poder ter entrada franca o professor precisa se reinventar e refletir sua práxis. Mas o professor tem uma capacidade incrível e um poder transformador e eu acredito nos meus pares, porém as maiores dificuldades hoje são as famílias que transferem suas responsabilidades primárias, e um Governo com medidas incompatíveis com o setor educacional, que não contemplam o aspecto pedagógico, não abre o diálogo com a categoria e desvaloriza o mestre em seu salário e em suas condições de trabalho.

Como vê a importância de seus projetos e de sua poesia na vida de seus alunos e colegas de trabalho? 

Todas as pessoas na vida possuem seus padrinhos, fadas madrinhas ou anjos de guarda. Existem várias formas de denominar aquelas pessoas que te ajudam, te impulsionam, te orientam, te estendem a mão ou simplesmente lhe concedem um sorriso. O professor está inserido nesse quadro. Passamos várias horas do dia de todos os anos envolvidos e em contato com esses alunos diretamente e isso têm um poder transformador na vida de uma criança ou um jovem e é incrível! Basta achar o caminho. São múltiplos, assim como as inteligências. O professor é a figura que pode através de seus projetos estimular a pesquisa, a leitura, a investigação e a crítica.

Fale de seus projetos :  

CIDADE-CÉLULA

O jogo aborda as funções das organelas da célula animal através do uso de analogias pela comparação de estruturas prediais de uma cidade modelo. O jogo foi elaborado a partir de adaptações do modelo TWA (Teaching With Analogies) proposto por Glynn (1991) com base em análises de livros didáticos de vários níveis escolares.
As informações coletadas através de questionário verificaram a percepção que os alunos possuem sobre as relações de complementaridade funcional das organelas celulares depois do manuseio do jogo. Os resultados indicaram que o jogo atraiu o interesse, apreço das crianças envolvidas e que o trabalho com analogias auxilia a percepção.


ORIGEM DA VIDA EM HISTÓRIA EM QUADRINHOS

O projeto apresentado pretende ser uma alternativa de trabalho em sala de aula para todos os docentes de Ciências de um conteúdo controverso, curioso e complexo como a Origem da Vida.
A ferramenta escolhida foi o uso de quadrinhos para representar o ambiente inóspito da Terra primitiva e as condições que favoreceram o surgimento dos primeiros seres vivos.
A atividade é realizada no próprio tempo de aula, com diversos materiais de desenho e pintura fornecidos pelo professor com interação mútua de todos os alunos.
Ao final da atividade, elucidamos conceitos, debatemos a vida na sua essência, é explicada a Teoria mais aceita hoje pela Ciência para explicar como a vida surgiu no planeta e cada aluno pôde contar e recontar de acordo com sua visão de mundo a sua historinha em quadrinho.
A atividade é diagnóstica para o professor, onde ele pode adquirir insumos para diversas outras atividades e verificar os conhecimentos prévios e a visão de mundo de cada aluno seu.
 
O LIVRO NA SUA ESCOLA

Em construção: Sarau de poesias baseado no meu livro organizado por alguns professores parceiros de Língua Portuguesa e História. Estamos na fase de sistematização do projeto.


É um grande prazer ter o Lucio Panza aqui com a gente.  E segue os links do autor para quem desejar conhecer um pouco mais sobre ele, seu livro e seus projetos.



COMO ADQUIRIR O LIVRO DO AUTOR:
PELO TELEFONE/WHATS: 21 979545740
PELO EMAIL: luciopanzasilva@gmail.com
https://www.instagram.com/luciopanza/
www.elo7.com.br/livro-de-poesias-lucio-panza/dp/6DE085 

 Compre também no site




25 comentários:

  1. Olá!
    Que máximo! Parabéns pela parceria :D

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valew! É realmente muito legal essa parceria com o Lucio Panza.

      Excluir
  2. Que notícia boa! Parabéns pela parceria e aguardo ansiosamente por sua resenha!

    Beijo Grande
    eventualobradeficcao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Roberta! Sempre bom tê-la por aqui.

      Excluir
  3. Paraabéns pela parceria! Você merece.

    Beijo

    http://ladorosadomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. muito legal conhecer novos autores, sucesso!!

    Ciranda da Bailarina

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é muito bom, Naiia. O Brasil tem muita gente de talento, pena que muitas editoras não investem no autor nacional.

      Excluir
  5. Que legal, sucesso nessa nova parceria.
    www.nodepesca.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, parceiro. Fico feliz com sua visita.

      Excluir
  6. Além de ser bacana conhecer mais um autor, como é bom ler uma postagem feita com tanto cario e cuidado. Adorei a matéria e parabéns pelo blog. Estou adorando tudo isso! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valew, Rafinha, fico feliz que tenha curtido.

      Excluir
    2. Satisfação Rafinha 🙌🏼

      Excluir
  7. Meus parabéns pela nova parceria. Você merece.
    Quando ao autor, fico feliz de saber que existem pessoas que, além de continuarem acreditando no trabalho como professor, buscam realizar-se também como artista em um país que dá pouco valor a cultura e a educação.
    Felicidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Robson!
      Ainda acredito muito

      Excluir
    2. Obrigado, Robson. Realmente é muito bom ver um trabalho tão bonito como o do Lucio Panza.

      Excluir
  8. Parabéns pela Parceria, ótimo trabalho do blog!! Parabéns ao Autor!!

    ResponderExcluir
  9. Opa, muita correria! Quase não tenho tempo de visitar meus blogs parceiros, queridos que amo!
    Olha, estou presentes em 3 coletâneas de poesias (fico doido!kkk) que provavelmente saem este ano. Acabei de receber aprovação em mais uma chamada "FLOR DE LÓTUS da Editora Andross. Assim que receber os que eu tenho por direito envio para você 3 exemplares tá amigo?

    Obrigadão por tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Parabéns, Lucio Panza. Talento e dedicação não tem como dá errado. Ocupado com tantas coisas boas, isso que importa.

      Excluir
  10. Parabéns pela parceria, Evandro!
    Gostei muito de conhecer o Lucio através desta entrevista. Trabalhei muitos anos com o ensino básico e tive alunos como ele. Sempre os incentivei! Sucesso ao Lucio!!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidélia, minha amiga de trabalho!!!!!!
      Fiquei feliz com seu comentário.

      Excluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.