slide-slick

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Resenha: Fazendas Ásperas - Geny Vilas-Novas (7 Letras)

As memórias cortam mais fundo do que o fio de uma navalha.


Fazendas Ásperas, de Geny Vilas-Novas, foi publicado pela Editora 7 Letras e teve seu lançamento em dezembro de 2017.   Reunindo as histórias de seus antepassados, a autora se esbarra com a inocência de sua infância no Sítio de Cima em Minas Gerais, às margens de um riacho que corria para o Rio Doce, para mais tarde desaguar no mar.  Saudosas lembranças e descobertas se confrontam com a realidade dos dias atuais, de forma que sua própria escrita se torna um desabafo, servindo de alento para amenizar a saudade de um tempo que se passou.

Vou contando a saga da família.  Tudo é ficção, nada é oficial.  
São todos obscuros personagens.

Em cada passo dado em direção ao passado, descobrindo personagens e histórias, muitas delas com várias versões para o mesmo acontecimento, a autora nos presenteia com a riqueza de uma época onde imigrantes portugueses se instalavam no Brasil e constituíam aqui suas famílias, fixando suas raízes.  Até que ponto a narradora consegue se distanciar dos fatos e manter os laços que a impedem de se envolver emocionalmente com as personagens que são parte de sua história?  Cada um dos seus antepassados é uma peça fundamental em sua vida.  Sendo assim, muitas vezes esses papéis se confundem e ultrapassam o limite mágico da tênue linha que separa passado e presente.  Narradora e personagem se mesclam à medida que o tempo se torna implacável com as memórias dos dias que se passaram, escondendo-as debaixo das águas do grandioso Rio Doce de sua infância. 

São apenas palavras loucas, histórias difusas e irresponsáveis.

Entre sorrisos e lágrimas, alegrias e dramas, figuram surgem ganhando nome e importância no enredo, como se fossem peças de um jogo embaralhado, compondo a árvore genealógica da família e dando cores ao quadro que, aos poucos, deixa de ser apenas uma fotografia em preto e branco.  Os sonhos e brincadeiras infantis, casamentos, nascimentos ou as dores dos trágicos desfechos que são agora revividos a cada memória.  O enredo não segue uma ordem cronológica, passeando livre como o vento, deixando para o leitor a sensação de ouvir velhas histórias contadas pelos avós.

Existe um momento em que, se eu não escrevesse, a vida seria insuportável.

Com 216 páginas amarelas, folhas com excelente espessura, letras confortáveis e capítulos de leitura fluída, Geny Vilas-Novas nos apresenta uma deliciosa leitura.  É um livro repleto de simbolismo e metáforas onde realidade e ficção se confundem aos olhos de quem lê.   A autora tem um estilo próprio e característico, além de uma escrita madura e dinâmica.  A narração acontece em 1ª e 3ª pessoas.  Muitas vezes ela brinca ao substantivar e adjetivar nomes próprios, dando leveza à narrativa, como por exemplo, Mãe Rainha do Lar, Peixinho Dourado e Nora de Olhos Cor de Ônix.  Detalhes como estes, acabam criando em alguns momentos uma atmosfera lúdica no enredo.  Outras vezes somos levados a embarcar nos devaneios narrados.

A infância anda de mãos dadas com a fantasia.

O Rio Doce tem presença fundamental no enredo, tornando-se figura tão importante como qualquer outro personagem principal.  O terrível desastre ambiental em 2015 também se destaca, mostrando o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco que atingiu o Rio Doce com seus rejeitos e lamas, poluindo suas águas, fazendo vítimas e atingindo direta e indiretamente muitas pessoas ao longo de seu percurso.

A vida não passa de uma farsa.

Ao leitor, cabe o prazer de ver o passado ser revelado através das memórias e de documentos empoeirados em gavetas de cartórios ou prateleiras das igrejas. Como imaginar que através de tão poucos anos tantas histórias pudessem ser contadas e a surpresa em sentir o elo com um passado que insiste em se perpetuar nos traços e manias de seus descendentes.  Uma pena a autora não ter acrescentado um esquema da árvore genealógica da família para que o leitor pudesse acompanhar no decorrer da leitura, afinal são várias gerações.  Também poderia ter acrescentado fotos antigas da família que enriqueceria ainda mais a obra.

 Aqueles momentos, nas nossas vidas, eram tão raros, 
mas tão raros que mais pareciam sonhos.

Pincelando a narrativa com situações atuais do país, Geny parece impor o confronto entre a realidade e o mundo que ficou para trás, assim como a família que vai se dispersando com o tempo, confrontando o próprio presente com o passado e mostrando que no futuro tudo isso será apenas pequenos grãos que farão parte de uma outra história, perdendo aos poucos sua forma.

Escrever é muito perigoso.


Autora:  Geny Vilas-Novas
Páginas: 216
https://www.7letras.com.br/fazendas-asperas.html Formato:  14x21
Edição:  1ª (2017)
ISBN:  978-85-421-0614-5




Onde Comprar:

http://compre.vc/v2/3080a104cd

https://www.7letras.com.br/fazendas-asperas.html


 Pesquise no Buscapé:

http://compre.vc/v2/30887732b6

 Sobre a Autora:
https://www.facebook.com/pg/GenyVilasNovasEscritora

Geny Vilas-Novas nasceu em Minas Gerais e morou em várias capitais do Brasil até se fixar no Rio de Janeiro, onde vive atualmente.  É autora dos romances: Adeus, rio Doce (Bom Texto, 2006); Flores de vidro e Onde está meu coração (7Letras, 2015) e Uma história dentro da outra e lendas do rio Doce (Zit, 2017). Participou de diversas antologias de contos, entre as quais: Marquesa de Santos (Bom Texto, 2003), Tempo de Nassau, um príncipe em Pernambuco (Bom Texto, 2004), Ásperos e macios: histórias de amor e vingança (Bom Texto, 2010), O feitiço do boêmio (Bom Texto, 2010), O rei, o rio e suas histórias (7Letras, 2012), e O Eldorado é aqui, contos do Amazonas (7Letras, 2016)..


*Livro cedido pela Oasys Cultural


60 comentários:

  1. Olá, Evandro!

    Você só nos apresenta grades obras, hein! Gostei da resenha e da autora, que eu não conhecia. Ficou-me a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, Manoel. É sempre muito bom ter você por aqui.

      Excluir
  2. Gosto desse temática mais histórica e concordo que uma árvore genealógica e fotos enriqueceriam mais a obra e ver que o passado se mescla com algo tão recente como a Samarco é incrível. Não conhecia o livro, mas deixo a dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita. O livro tem uma escrita maravilhosa e trabalhar com passado, presente e futuro fez da leitura dinâmica e interessante.

      Excluir
  3. Fiquei bem encantada com a proposta do livro, pois gosto muito de livros narrados com memórias. Pela sua resenha é notável que a escrita da autora seja sutil e marcante. Lerei assim que puder!

    Parabéns pela resenha!

    /Juliane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Juliane. Fico feliz que tenha gostado. Com certeza será para mim uma leitura marcante. Da vontade de buscar também a história de minha família e ver o quanto pode ser enriquecedora a experiência.

      Excluir
  4. Ainda não conhecia essa obra, mas ela parece ser bem interessante. Pelo que você relata, é uma boa leitura para um fim de semana; pelo menos é o que parece. O fato da diagramação ter sido, pelo visto, bem feita, me atraiu bastante, ainda mais por conta das letras confortáveis. Dica anotada!

    @segredosdetinta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tay. Que bom que gostou! Obrigado pela visita.

      Excluir
  5. Boa tarde!!

    Que resenha maravilhosa! Adorei a sinopse, sua resenha, e achei que o livro vai me agradar muito. Gosto muito de livros que falam sobre esse período!!! Gostei muito da dica!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana. Seja sempre muito bem vinda. Obrigado pela visita. Fico feliz que tenha gostado.

      Excluir
  6. Oie
    Gostei bastante dessa ideia da narrativa com memórias, deve ser um livro lindo. Eu ainda não conhecia mas já anotei a dica, espero conseguir ler em breve e gostar tanto quanto você. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto bastante do gênero. Saber que pessoas reais passaram por tudo o que é narrado é bem intenso.

      Excluir
  7. Gosto desta premissa em base de memórias e também imaginei que uma arvore genealógica agregaria muito a experiencia de leitura. Fiquei bem interessada.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ivi. Pois é, pensei no esquema porque são tantos nomes e é legal saber quem é quem em cada citação. Tudo bem que eu mesmo procurei fazer uma aqui enquanto lia, rsrs Foi um bom processo de interação. Obrigado pela visita.

      Excluir
  8. Oi Evandro!
    Eu não conhecia o livro, mas fiquei bem interessada nele. Sempre gosto quando os autores misturam a realidade com a ficção, o presente com o passado (mesmo isso podendo ficar um pouco confuso se a autora não souber trabalhar bem). E se passar o Brasil deixa mais interessante ainda o livro.
    Só imagino que talvez seja uma leitura um pouco mais lenta, por causa dessa mistura. E, como você disse, talvez ter uma árvore genealógica no começo ou fim da edição ajudaria bastante o leitor.
    Parabéns pela resenha, está muito bem escrita!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carolina. Na verdade a mistura de realidade e ficção é bem feita, que o difícil é identificar onde a autora brincou com esses fragmentos. É uma leitura rápida e gostosa de se fazer, mas eu sou um pouco ruim para decorar nomes por isso senti falta do tal esquema da árvore genealógica, que me ajudaria muito. Obrigado pela visita.

      Excluir
  9. Oiiii,

    Admito que no início eu me senti um pouco perdida, mas depois entendi melhor o contexto geral e fiquei curiosa para saber o que acontece nessa linha até os antepassados e qual o envolvimento da autora com o todo, espero poder conferir por mim mesma esta história.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aninha. Fique tranquila, evitei entrar em detalhes para não estragar a leitura soltando spoilers, mas no livro cada uma das personagens tem uma história que vai levando a outra.

      Excluir
  10. Oi Evandro, tudo bom? Ahh que resenha, parece aqueles livros para ser ler em fim de tardes, não conhecia a autora, mas gostei muito da apresentação.

    Um abraço

    Claudia

    Preguiça Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Claudia. É uma leitura muito gostosa de se fazer sim, é mesmo perfeita para um fim de tarde. Obrigado pela visita.

      Excluir
  11. Olá, tudo bem?

    Parece ser um livro maravilhoso e que deve passar bastante nostalgia, seria um livro que com certeza seria perfeito para ler em um sábado a tarde sem nada para fazer. Adorei a resenha e a premissa do livro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pela visita. É realmente um ótimo livro para ler tranquilamente em momentos assim. O livro acaba nos levando a pensar sobre nossa própria origem.

      Excluir
  12. Oiii tudo bem??

    Não conhecia a obra, e achei bem interessante, o fato da narração por memorias é bem legal.
    Adorei sua resenha, ficou bem completa, muito bem escrita.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  13. Evandro!
    Já li uma obra linda da autora, tudo bem lúdico e amei!
    Espero poder ler mais esse livro dela.
    Um carnaval de alegria e moderação e bom final de semana!
    “Quer você acredite que consiga fazer uma coisa ou não, você está certo.” (Henry Ford)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Rudy. A Geny tem um estilo encantador. Acho que você vai gostar desse livro.

      Excluir
  14. Oie!!
    Nossa você só nos mostra resenha de livros incriveis!
    Nao conhecia esse livro, mas a historia parece ser emocionante e envolvente. Sua resenha está muito linda, mas tenho que dizer que apesar de ter me identificado, não sei dizer muito se eu leria a obra pois ela nao faz muito o meu estilo :/

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pela visita e pelo carinho. Indique para alguém que curta o estilo, vamos ajudar a divulgar os autores nacionais.

      Excluir
  15. Olá! Adoro livros de relatos pessoais, acho que dá um tom tão singular ao livro e nos faz sentir parte da vida dos autores. Outro ponto que me agradou na sua resenha foi você citar que a narração fica entre passado e presente, e o ritmo da história deve ser incrível. É sempre interessante lidar com livros que tomam esse ritmo das memórias (que afastam e aproximam). Não conhecia a autora, mas gostei do que disse da obra e darei uma chance no futuro.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Jasmim. Que bom que gostou. Confira sim se tiver a oportunidade.

      Excluir
  16. Oi! Premissa bastante interessante a do livro...
    Não lembro de ter lido algo, recentemente, sobre a temática que remete às lembranças dos personagens. Bem legal quando a narrativa se altera entre passado e presente, e com o cenário divino de MG é um atrativo a mais.
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante vasculhar as histórias dos antepassados e conhecer um pouco de cada pessoa, cada uma em sua época. Obrigado pela visita, Ana Paula.

      Excluir
  17. Oi Evandro! Tudo bem?
    Adorei a premissa do livro e o cenário de Minas deixa tudo mais maravilhoso! Tenho uma amiga, médica capitã do exército, que é de lá e voltou tem alguns anos para Conselheiro Lafayette, que sempre me dizia que MG tem cada paisagem linda!
    Dica anotada.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://galaxiadeideias.com
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Renata. Minas realmente tem seus encantos. Quantas coisas sua amiga deve ter te contado. Que legal!

      Excluir
  18. Olá! Não conhecia a obra e sua resenha foi uma grande apresentação, esse parece ser um grande livro daqueles que nos faz companhia por um tempo e fica marcante na mente! Parabéns e dica anotada!
    Paula Juliana - Overdose Literária
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Paula. Saber que são estórias que em sua maioria aconteceu, mesmo que a autora tenha acrescentado pequenos enfeites é algo que realmente acaba marcando mais.

      Excluir
  19. Oii
    Ainda não conhecia a obra, achei bem diferente e muito interessante. Gostei muito da sua resenha também, achei bem feita.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  20. Oi! Eu não conhecia a autora e sua obra, até que parece ser legal já que nos remete as suas memórias da infância. Acho que, além de sua resenha, vou procurar mais pela internet para ver se surge o interesse na leitura.

    Beijos,
    www.livroapaixonado.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Júlia. Na verdade o enredo vai além das memórias da infância, contando um pouco sobre seus tataravós, avós, etc.

      Excluir
  21. Evandro como é bom poder conhecer um livro maravilhoso como esse, com uma história boa, uma temática incrível, a capa é linda, gostei muito da resenha foi um prazer conhecer a autora Geny Vilas-Novas e essa obra magnifica, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom conhecer novos autores e mergulhar nos enredos construídos por eles. Obrigado pela visita.

      Excluir
  22. Olá Evandro!
    Encantada com mais uma grande obra que você nos trás,de acordo com sua resenha,que por sinal são bem elaboradas trata-se de uma história incrível onde o passado nos mostra lembranças surpreendentes,curiosa...
    Parabéns a autora Geny Vilas-Novas!Sucesso!Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Maria José. Que bom que gostou. Obrigado pelo carinho de sempre.

      Excluir
  23. Amado só você mesmo que nos enche os olhos com resenhas maravilhosas, amo todas suas dicas, gostei muito da resenha e da Geny Vilas Novas, beijinhossssssshein!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Rubia. Fico feliz que tenha gostado de mais essa resenha.

      Excluir
  24. O livro parece maravilhoso, dar vontade de ir na livraria e comprar agora e devorar no final de semana.. adorei a dica.. bjs e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karina. Que bom que gostou. Obrigado pela visita.

      Excluir
  25. Como as histórias de livros nos faz viajar, voltei aqui no tempo com essa rica resenha.Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosana. Obrigado pela presença. Que bom que gostou.

      Excluir
  26. Vou repassar essa sua dica de leitura, pois estou sem tempo para ler, mas como sempre você faz ótimas indicações com certeza a pessoa que vou repassar essa sugestão vai adorar

    Abraços
    Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, Rafael. Isso mesmo, passe adiante, alguém poderá gostar dessa dica.

      Excluir
  27. Indicação de livro é algo maravilhoso, incentivar a leitura é muito importante, pois com advento da internet muita coisa se tem perdido ... Não conhecia a autora, e achei a narrativa do livro bem interessante, já está anotadinho na minha lista de futuras compras. Parabéns pela forma como fez o post, ficou ótimo!
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Minda. Realmente a internet e todos os equipamentos tecnológicos competem diretamente com o hábito da leitura. Mas acredito ainda que não há nada que substitua o prazer de ter uma ótima leitura.

      Excluir
  28. Não conhecia essa autora e nem o livro, parece ser muito interessante essa história. Obrigada pela indicação de livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Beatriz. Obrigado pela visita.

      Excluir
  29. Oi,
    Adorei a sua resenha e me deu muita vontade de conhecer a história da autora Geny. Eu gosto muito desse tipo de leitura, onde o autor conta um pouco sobre a sua vida e nos mostra através do seu ponto de vista as coisas que aconteceram ou que acontecem a sua volta. Ótima indicação de leitura.
    Abrçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Marcia. É realmente maravilhoso e surpreendente como nossas vidas podem se tornar encantadores e grandiosas aos olhos dos outros.

      Excluir
  30. Amo quando você posta frases. Me identifiquei demais com a antipenultima.

    https://www.instagram.com/juliamodelodemodelo/

    http://juliamodelodemodelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Júlia. Legal saber que gosta dos quotes que separo.

      Excluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.