slide-slick

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Resenha: Entre a meia-noite e o fim do inverno

Nesse romance o autor Fernando Favaretto nos convida a descobrir o que ficou escondido entre a Meia-noite e o fim do inverno.

Quando Henrique encontrou, por acaso, uma conhecida de longa data, não imaginava o que isso significaria em sua vida.  Diva contou-lhe o que acontecera com seus melhores amigos de infância e adolescência, amigos desde a primeira série, lá em Picada Bugra Manca, onde sua família trabalhou nas terras do seu Sípio, nas plantações e produção de fumo.
 
“A Felipa casou com um cara que bate nela, o Índio  virou pastor, o Rosário ninguém sabe onde anda e a Fátima morreu de câncer, uns dois anos atrás...”

Henrique percebeu que o passado, até então esquecido, estava prestes a cobrar dele respostas a tantas perguntas que ficaram adormecidas. 
Há quinze anos, ele se distanciou de seus melhores amigos, mudando-se com os pais para Porto Alegre, buscando melhores condições de trabalho.



Fátima foi sua primeira e grande paixão, aquela que, de certa forma, fora responsável por esse distanciamento.  O choque de sua morte, faz com que Henrique, agora com trinta anos e separado, seja levado a lembranças daquele passado longínquo. Dias em que Fátima, cheia de vida, lutava por ideais políticos e encantava a todos com sua beleza.   
.
“Não seriam as lembranças, afinal, chamas desencontradas de uma mesma fogueira de sonhos, cujo vento que as dispersa pode ser o mesmo que as resgata, inadvertidamente, incapaz, no entanto, de reencontrar a força de seu primeiro sopro?” 

Lembranças da escola, do primeiro beijo, dos bailes no Salão Rasken, de casos que se contavam por lá e de um fato que nunca havia tido nenhuma explicação: um estranho clarão visto numa madrugada gelada, por detrás de uma elevação, no meio do mato, como luzes que saiam do chão. 

Ele vai então em busca dos amigos que restaram, tentando preencher o vazio, desvendar os segredos e amenizar os sentimentos mal resolvidos.  Seu retorno à Serrinha procurava desfazer certos pesos e seguir a caminhada de modo mais leve.

“(...) que não é exatamente inteligente desafiar o tempo, que nem é muito sensato querer vasculhar o que há engavetado em seus armários cheirando a pó, por mais que a curiosidade em fazê-lo seja grande, o que costuma vir em seguida é ainda mais pó, e se livrar dele pode ser um grande desprazer.”

Aos poucos, nesses reencontros, Henrique percebe que o tempo passou e que o menino da jaqueta laranja, que corria por aquelas terras, já era agora um homem crescido.

Vó Germana, Prof. Nivaldo, Macega, Isaurona, entre outros, são personagens que conhecemos ao longo da história e de grande importância para o desenvolvimento da narrativa.

Talvez a jornada de Henrique, nos mostre o quanto fatos com grande relevância para nós, são facilmente esquecidos por outros, e vice-versa.  O quanto acumulamos perguntas, cujas respostas não são fornecidas, e talvez, nunca serão.  Nossas memórias são nossa única e derradeira verdade. 

“Não adianta nada, o passado é um espelho quebrado cujos estilhaços estão aos nossos pés, sem que, no entanto, nossos joelhos consigam se dobrar para resgatá-los.”

A capa de José Serrano traz uma estrada e folhas de plátanos, com o clarão visto por Henrique. As cores combinam perfeitamente e o título eu achei incrível.  Adorei essa capa! O texto é apresentado por parágrafos longos, onde os diálogos são mostrados em forma de narrativa.

https://www.chiadoeditora.com/“(...)as pessoas são um amontoado de medos, frágeis e quebradiços, e que, mesmo depois de partidos, seguem sendo medos, mais dos mesmos, diferentes, alguns exatamente iguais.”

Agradeço imensamente à Chiado Editora pelo envio do livro.  

Título: Entre a meia-noite e o fim do inverno
Autor: Fernando Favaretto 
Editora:  Chiado Editora
Páginas: 255
Ano: 2015
Para comprar clique AQUI

22 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Não conhecia "Entre a meia-noite e o fim do inverno", mas achei a premissa do livro bem interessante.
    A capa também chamou minha atenção. Acho que irei adorar conhecer essa história do Fernando Favaretto.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Sávio França. A chiado tá aí com força total e muitos lançamentos.

      Excluir
  2. Gostei da história e achei o tema bem interessante.
    Está na lista dos livros que pretendo ler este ano.
    Até mais

    ResponderExcluir
  3. Adorei o livro. De fato a capa é fantástica e o título me chamou muito atenção. Ele está no skoob?? Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucas, obrigado pela visita. Esse livro ainda não está no skoob, porém vc encontra por lá comentários dos outros dois livros do autor.

      Excluir
  4. Achei interessante oque resumiu, embora o livro traga fatos incríveis. Muito bom !
    www.propositofeminino.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amei! Já entrou para minha lista...

    ResponderExcluir
  6. adorei, mais um pra eu ler, bj http://milahfernandesblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá com uma lista igual a minha, que só vai crescendo rsrsrs

      Excluir
  7. Você e suas resenhas que me faz querer ler os livros agoraaaaaa! Adorei Evandro! Belo livro e ótima postagem.

    Beijo! ❤

    http://umtooquedemulher.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está gostando. Eu também vou colecionando livros que quero ler por aí rsrs

      Excluir
  8. Amei a resenha do livro <3
    http://femininaeechique.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante da resenha e também dos quotes.
    E é interessante que por muitas vezes só nos damos contas que o tempo realmente passou em reencontros com amigos de infãncia, colegas de colégio e/ou velhos vizinhos.
    Bjs
    http://www.mundoliterando.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs verdade Marcia, outro dia li em algum lugar que nós só percebemos que o tempo passou olhando os outros. rsrs É uma verdade! kkk

      Excluir
  10. Nossa, gostei muito da história e da mensagem que traz. Eu já tinha adorado o livro pela capa, e o desenvolvimento continuou mantendo o nível rsrs

    www.ellenmelloblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia é bem interessante sim, e todas as ligações que são feitas. Fiquei surpreso com o desfecho (positivamente)

      Excluir
  11. Maravilhoso seu blog! Da vontade de ler sobre tudo o que você posta. Belas histórias e a maneira com que você aborda a resenha de fato se torna atraente. Continue brindando sua audiências com esses belos conteúdos. Quero ler este e os outros títulos que você já postou aqui. Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valew. Que bom que está gostando, fique ligadinho, sempre muitas coisas legais para todos vocês. Obrigado pela visita.

      Excluir

Obrigado pela visita. Deixe sua mensagem, é muito bom saber sua opinião.